Página 3 de 40

Vôlei Osasco

Vôlei Osasco (Foto: Luciano Benazzi)

 (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)

Diferente das quartas de final, que foram definidas em três jogos, as semifinais da Superliga Feminina de Vôlei serão mais disputadas, em série de 5 partidas. Tendo como adversário o Dentil/Praia Clube, o Nestlé/Osasco inicia a batalha em casa. O primeiro jogo acontece na sexta-feira, dia 31, às 21h30, no ginásio José Liberatti. Na segunda rodada, o time do técnico Luizomar de Moura vai a Uberlândia, no dia 4, às 19 horas.  Na terceira, volta para casa, recebendo Praia no dia 7, às 19 horas. Se um quarto e um quinto jogo forem necessários, eles acontecem no dia 11, em Uberlândia, e no dia 14, novamente em Osasco. Nessas mesmas datas, acontecemos duelos da outra semifinal, entre Rexona/Rio de Janeiro e Camponesa/Minas. Para chegar as semifinais, Osasco despachou, nas quartas, o Fluminense. E tem a vantagem de decidir a vaga à final em casa por ter registrado melhor campanha que as mineiras na fase de classificação. Na última rodada, a equipe assegurou o segundo lugar, enquanto o Praia foi o terceiro colocado. Além disso, as duas equipes tiveram campanhas idênticas após o fim dos dois turnos: 17 vitórias e 5 derrotas para cada lado. A vantagem de Osasco foi de um pontinho, garantida porque a equipe sofreu duas derrotas no tie-break, placar que dá 2 pontos ao vencedor e 1 ao perdedor, enquanto o Praia perdeu uma vez em partida definida nos cinco sets.

Vôlei Osasco

Vôlei Osasco (Foto: Luciano Benazzi)

 (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)

Diferente das quartas de final, que foram definidas em três jogos, as semifinais da Superliga Feminina de Vôlei serão mais disputadas, em série de 5 partidas. Tendo como adversário o Dentil/Praia Clube, o Nestlé/Osasco inicia a batalha em casa. O primeiro jogo acontece na sexta-feira, dia 31, às 21h30, no ginásio José Liberatti. Na segunda rodada, o time do técnico Luizomar de Moura vai a Uberlândia, no dia 4, às 19 horas.  Na terceira, volta para casa, recebendo Praia no dia 7, às 19 horas. Se um quarto e um quinto jogo forem necessários, eles acontecem no dia 11, em Uberlândia, e no dia 14, novamente em Osasco. Nessas mesmas datas, acontecemos duelos da outra semifinal, entre Rexona/Rio de Janeiro e Camponesa/Minas. Para chegar as semifinais, Osasco despachou, nas quartas, o Fluminense. E tem a vantagem de decidir a vaga à final em casa por ter registrado melhor campanha que as mineiras na fase de classificação. Na última rodada, a equipe assegurou o segundo lugar, enquanto o Praia foi o terceiro colocado. Além disso, as duas equipes tiveram campanhas idênticas após o fim dos dois turnos: 17 vitórias e 5 derrotas para cada lado. A vantagem de Osasco foi de um pontinho, garantida porque a equipe sofreu duas derrotas no tie-break, placar que dá 2 pontos ao vencedor e 1 ao perdedor, enquanto o Praia perdeu uma vez em partida definida nos cinco sets.

  • Juca Varella / Folhapress

    Dupla atuou lado a lado em Corinthians, Flamengo, Vitória e seleção brasileira

    Dupla atuou lado a lado em Corinthians, Flamengo, Vitória e seleção brasileira

Edílson, ex-atacante de equipes como Corinthians, Palmeiras, Flamengo, Vitória e seleção brasileira, é o novo diretor de futebol do Osasco Audax, time que disputa a Série A1 do Campeonato Paulista.

A informação foi divulgada na noite desta segunda-feira pelo presidente do clube osasquense, Marcos André Batista Santos, o Vampeta. Em entrevista ao canal de TV por assinatura SporTV, a dupla explicou o que acordo foi fechado horas antes, a caminho da gravação do programa Bem, Amigos! na Arena Corinthians.

"Essa contratação foi feita agora no carro. Toda vez que a gente está junto, é tanta coisa que a gente tem para trocar um com o outro…", explicou Edílson, rebatendo a possibilidade de ter caído numa pegadinha do amigo. "Eu estou contando com o final do mês", completou, esfregando o indicador e o polegar de uma das mãos em referência ao salário que será pago pelo clube.

Segundo Vampeta, a contratação foi um pedido do dono do Osasco Audax, Mário Teixeira. "Esse convite partiu do dono faz tempo", garantiu. Durante o programa, os dois já usavam uniformes da equipe da Grande São Paulo.

Não será, porém, a primeira parceria de Vampeta e Edílson no futebol. Como jogadores, os dois atuaram lado a lado em clubes como Corinthians (1998 a 2000), Flamengo (2001) e Vitória (2004), além de terem defendido a seleção brasileira na Copa do Mundo de 2002.

Lanterna do Grupo D do Campeonato Paulista, o Audax é dono da pior campanha da primeira fase da competição, com nove pontos em 11 jogos. Para escapar do rebaixamento, precisa vencer o Santo André na quarta-feira, às 21h45, em Osasco, além de torcer por tropeços de São Bernardo (contra o São Paulo) e São Bento (contra o Mirassol).

  • Juca Varella / Folhapress

    Dupla atuou lado a lado em Corinthians, Flamengo, Vitória e seleção brasileira

    Dupla atuou lado a lado em Corinthians, Flamengo, Vitória e seleção brasileira

Edílson, ex-atacante de equipes como Corinthians, Palmeiras, Flamengo, Vitória e seleção brasileira, é o novo diretor de futebol do Osasco Audax, time que disputa a Série A1 do Campeonato Paulista.

A informação foi divulgada na noite desta segunda-feira pelo presidente do clube osasquense, Marcos André Batista Santos, o Vampeta. Em entrevista ao canal de TV por assinatura SporTV, a dupla explicou o que acordo foi fechado horas antes, a caminho da gravação do programa Bem, Amigos! na Arena Corinthians.

"Essa contratação foi feita agora no carro. Toda vez que a gente está junto, é tanta coisa que a gente tem para trocar um com o outro…", explicou Edílson, rebatendo a possibilidade de ter caído numa pegadinha do amigo. "Eu estou contando com o final do mês", completou, esfregando o indicador e o polegar de uma das mãos em referência ao salário que será pago pelo clube.

Segundo Vampeta, a contratação foi um pedido do dono do Osasco Audax, Mário Teixeira. "Esse convite partiu do dono faz tempo", garantiu. Durante o programa, os dois já usavam uniformes da equipe da Grande São Paulo.

Não será, porém, a primeira parceria de Vampeta e Edílson no futebol. Como jogadores, os dois atuaram lado a lado em clubes como Corinthians (1998 a 2000), Flamengo (2001) e Vitória (2004), além de terem defendido a seleção brasileira na Copa do Mundo de 2002.

Lanterna do Grupo D do Campeonato Paulista, o Audax é dono da pior campanha da primeira fase da competição, com nove pontos em 11 jogos. Para escapar do rebaixamento, precisa vencer o Santo André na quarta-feira, às 21h45, em Osasco, além de torcer por tropeços de São Bernardo (contra o São Paulo) e São Bento (contra o Mirassol).

Inter de Limeira vence Grêmio Osasco e segue rumo à classificação

A Inter de Limeira venceu o Grêmio de Osasco no último sábado (25) jogando em casa, pelo placar de 2 a 1. Com isso o Leão chegou aos 27 pontos e deu um passo importante para a classificação.

O Leão foi beneficiado pela derrota do São Carlos para o Marília, por 1 a 0, e assumiu a segunda colocação do Paulista da A3, com 27 pontos.

Já o Olímpia, que havia perdido a liderança temporariamente para a Inter, fez o esperado e venceu o lanterna Catanduvense com facilidade pelo placar de 5 a 0, e chegou aos 29 pontos.

O jogo
Logo aos 4 minutos, uma saída errada da defesa do Osasco, André Mocóca passou a bola para Tom, que driblou dois marcadores e chutou da entrada da área, marcando o primeiro gol do Leão.

Aos 24 minutos do primeiro tempo, o Grêmio Osasco empatou o jogo, com um gol por cobertura de Jorge Eduardo.
Já no segundo tempo, Lucas Douglas entrou no lugar de Tom e marcou o segundo Leonino, cravando a vitória por 2 a 1, para o time da casa.

Vôlei Osasco

Vôlei Osasco (Foto: Divulgação)

(Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)

Além de já estar garantida entre as quatro melhores equipes da edição 2016/2017 da Superliga, o Nestlé/Osasco é destaque em quatro fundamentos, de acordo com estatísticas da CBV (Confederação Brasileira de Vôlei).  A equipe é dona do melhor ataque, com 27,38% de aproveitamento. Além disso, tem o segundo melhor saque (6,18%) e a segunda melhor defesa da competição (41,35%) E ainda ocupa a o quarto lugar em bloqueio, com 29,81%. O time também marca presença, entre os top 3, nas estatísticas individuais. Tandara aparece como terceira melhor atacante, com 26,65% de aproveitamento, e ainda temo melhor saque do torneio, com 10,04%.

A ponteira é também a terceira maior pontuadora com 334 acertos. Camila Brait é a terceira em defesa, com 40,32%. Já Bia, quinta colocada em aproveitamento de bloqueios com 32,47%, é também a jogadora que lidera em pontos anotados neste fundamento, com 88 acertos, sete a mais que a central Mara, do Camponesa/Minas. Classificadas à semifinal, as comandadas do técnico Luizomar de Moura aguardam agora a definição de seu adversário. Ele sai de duelo entre Dentil/Praia Clube e Terracap/Brasília, que disputam neste sábado a terceira e decisiva partida dos playoffs.

Essa incerteza em relação ao adversário aumentou a demanda para o estatístico Leonard Barbosa, que está em sua segunda temporada na equipe. "Começamos a trabalhar em cima dos dois times quando acabou o returno e já tínhamos a projeção de quem teríamos como adversário na semifinal.

Fiz o Fluminense nas quartas de final e, ao mesmo tempo, já fui adiantando o material em relação aos prováveis rivais. Na segunda-feira, assim que acabou nosso jogo contra o Fluminense, cheguei ao hotel e já passei para o Luizomar tudo que tinha pronto tanto do Praia quanto do Brasília. Depois que acabou a segunda partida da outra série trabalhei em cima dela, que era o que faltava, e já entreguei para a comissão técnica", explica o estatístico. Na atual temporada, a equipe também inovou registrado em vídeos todos os treinamentos realizados em Osasco.

"É um material riquíssimo para estudos e até para uma eventual divulgação. Recebo muitos pedidos de pessoas e treinadores e essa é uma forma que encontrei para depois compartilhar conhecimento e todo nosso trabalho com esses profissionais que nos procuram", afirma o técnico Luizomar.
 

Página 3 de 40