Página 3 de 37

Leilão, que acontece na terça, tem Renault Duster com lance inicial de R$16 mil e Honda Fit a partir de R$9 mil

carro leiloado

carro leiloado (Foto: Divulgação)

(Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) leiloa nesta terça, dia 14, 378 carros e motocicletas apreendidos por infrações de trânsito em Osasco. Mas, desse total, apenas 9 serão vendidos com direito a documentação e poderão voltar a circular.  Dentre eles, estão um Renault Duster 2014, com lance inicial de R$16 mil e um Honda Fit Lx ano 2007, a partir de R$9 mil. Os demais veículos  são destinados a desmanches e vendas de peças. O leilão será presencial , na rua Lord Cockrane, 616, em São Paulo, a partir das 10 horas. Lances também poderão ser feitos pelo site www.chuileiloes.com.br, no qual é possível ainda consultar fotos e dados dos veículos. Quem quiser também pode conferir os carros de perto, na segunda-feira, em pátio que fica na avenida Edmundo Amaral, 999, em Osasco. De acordo com o Detran, após o arremate, os débitos são baixados e é necessário que o comprador efetue a transferência do carro para o seu nome, emitindo um novo documento para o veículo. Já se o valor da venda não for suficiente para cobrir as dívidas do veículo, o antigo proprietário continuará responsável por quitá-las. 

Depois do sucesso do clipe “O rolê é nosso”, que juntou as jogadores do time de vôlei do Nestlé/Osasco e a cantora Karol Conka, o clube anunciou nesta quarta-feira, em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, uma websérie que conta a história das jogadoras de destaque do time.

A ação é parte da estratégia do clube em divulgar sua marca. Os seis vídeos serão divulgados no site oficial da equipe, e mostrarão a trajetória das atletas dentro do esporte.

A série foi dirigida pelo produtor KondZilla, conhecido por trabalhar com diversos cantores brasileiros, principalmente do gênero “funk”. O primeiro episódio da websérie será divulgado nesta quarta, e conta a trajetória de Dani Lins e Nati Martins.

Dani Lins (dir) é uma das personagens da websérie (Foto: Luiz Pires/Fotojump)Dani Lins (dir) é uma das personagens da websérie (Foto: Luiz Pires/Fotojump)

Medalhista de ouro com a Seleção Brasileira nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, Dani Lins é uma das principais jogadoras do vôlei brasileiro. A pernambucana de 32 anos possui, entre outros títulos, cinco conquistas da Superliga, e o Sul-Americano de 2014, quando foi eleita a melhor levantadora da competição. A atleta teve que se afastas das quadras por seis meses depois de ser diagnosticada com uma arritmia, mas conseguiu retornar para o esporte.

Já Nati Martins, natural de Lorena, interior de São Paulo, teve que superar os desafios imposto por sua surdez para brilhar com a camisa do Osasco. Contratada na última temporada, a jogadora é uma das principais atletas do elenco.

Depois do sucesso do clipe “O rolê é nosso”, que juntou as jogadores do time de vôlei do Nestlé/Osasco e a cantora Karol Conka, o clube anunciou nesta quarta-feira, em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, uma websérie que conta a história das jogadoras de destaque do time.

A ação é parte da estratégia do clube em divulgar sua marca. Os seis vídeos serão divulgados no site oficial da equipe, e mostrarão a trajetória das atletas dentro do esporte.

A série foi dirigida pelo produtor KondZilla, conhecido por trabalhar com diversos cantores brasileiros, principalmente do gênero “funk”. O primeiro episódio da websérie será divulgado nesta quarta, e conta a trajetória de Dani Lins e Nati Martins.

Dani Lins (dir) é uma das personagens da websérie (Foto: Luiz Pires/Fotojump)Dani Lins (dir) é uma das personagens da websérie (Foto: Luiz Pires/Fotojump)

Medalhista de ouro com a Seleção Brasileira nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, Dani Lins é uma das principais jogadoras do vôlei brasileiro. A pernambucana de 32 anos possui, entre outros títulos, cinco conquistas da Superliga, e o Sul-Americano de 2014, quando foi eleita a melhor levantadora da competição. A atleta teve que se afastas das quadras por seis meses depois de ser diagnosticada com uma arritmia, mas conseguiu retornar para o esporte.

Já Nati Martins, natural de Lorena, interior de São Paulo, teve que superar os desafios imposto por sua surdez para brilhar com a camisa do Osasco. Contratada na última temporada, a jogadora é uma das principais atletas do elenco.

Vitória manteve chances do Osasco de ir para os playoffs com a segunda melhor campanha (Foto: João Pires/Fotojump) Vitória manteve chances do Osasco de ir para os playoffs com a segunda melhor campanha (Foto: João Pires/Fotojump)

A definição da segunda melhor campanha da Superliga feminina de vôlei ficará somente para a última rodada. Nesta terça-feira, o terceiro colocado Osasco entrou em quadra para medir forças com o lanterna Valinhos, no Ginásio Pedro Ezequiel Silva, pela penúltima rodada da fase de classificação do torneio, e não deu chances ao adversário ao vencer por 3 sets a 0, com parciais de 25/12, 25/18 e 25/23.

Com o resultado, o Osasco chegou aos 48 pontos na Superliga e impediu que o atual vice-líder Praia Clube, que também venceu nesta terça-feira e alcançou os 49 pontos, garantisse a segunda melhor campanha da fase de classificação com uma rodada de antecedência, deixando a definição somente para o próximo final de semana. Já o Valinhos segue na lanterna da competição, com apenas seis pontos.

O Osasco começou a partida de forma avassaladora e iniciou o primeiro set abrindo uma grande vantagem, chegando à metade da disputa vencendo por incríveis 13 a 2. Apesar de ceder alguns pontos às adversário no decorrer do set, a equipe osasquense não teve nenhuma dificuldade e confirmou a vitória na primeira parcial por 25 a 12.

O início do segundo set não teve um desequilíbrio tão grande quanto o primeiro, porém, o Osasco seguiu vencendo com facilidade, desta vez abrindo 13 a 5 na metade da disputa. Mais uma vez, a equipe osasquense construiu o resultado e, apesar de ter dificuldades na parte final ao desperdiçar cinco set points, conseguiu fechar a parcial em 25 a 18.

O terceiro set foi o que contou com mais equilíbrio entre as equipes. Apesar de sair na frente, o Osasco viu o Valinhos próximo do placar a todo instante, com a vantagem chegando a ficar em 15 a 11 na metade da disputa. No entanto, a equipe osasquense conseguiu crescer no final e fechar a terceira parcial em 25 a 23 para garantir a vitória.

O Valinhos volta às quadras pela Superliga Feminina na próxima sexta-feira, às 21h30(de Brasília), quando recebe o Minas, no Ginásio Pedro Ezequiel da Silva. Já o Osasco irá atuar somente no sábado, visitante o Bauru, no Ginásio Panela de Pressão, em grande jogo marcado para as 14h10(de Brasília).

O final de semana marcará a última rodada da fase de classificação da Superliga feminina antes do início dos playoffs. Restando apenas a definição dos posicionamentos para os mata-matas, o torneio já possui a confirmação das oito equipes que irão brigar pelo título, são elas: Rio de Janeiro, Praia Clube, Osasco, Bauru, Minas, Brasília, Fluminense e Pinheiros.

Praia Clube vence e mantém vantagem na tabela – O Praia Clube segue firme em busca da segunda melhor campanha da Superliga feminina. Nesta terça-feira, a equipe de Uberlândia recebeu o Fluminense, no Ginásio Oranides Borges do Nascimento, e não deu chances ao adversário ao vencer por 3 sets a 0, com parciais de 25/21, 25/16 e e 25/18.

Com o resultado, o Praia Clube chegou aos 49 pontos na tabela da Superliga e se manteve na segunda colocação, precisando somente de uma vitória na última rodada para garantir a segunda melhor campanha. Já o Fluminense, possível adversário da equipe de Uberlândia nos playoffs, segue na sétima posição, mas ainda pode ser ultrapassado pelo Pinheiros.

Outros resultados da terça-feira de Superliga feminina:

Sesi 0x3 Pinheiros (17/25, 17/25 e 26/28)
Rio do Sul 3×0 São Caetano (27/25, 25/18 e 25/17)

Osasco faz mutirão de Papanicolau

Osasco faz mutirão de Papanicolau (Foto: Divulgação)

(Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)

Como parte de sua programação para celebrar o Dia Internacional da Mulher, a Prefeitura de Osasco realiza, entre quarta e sexta-feira, dias 8 e 10 de março, um mutirão de exames de Papanicolau nas unidades básicas de saúde. Segundo a Secretaria de Saúde, não há necessidade de apresentar pedido médico. Basta levar um documento com foto e cartão SUS.  A expectativa é realizar 4 mil exames nesses três dias. A maioria das s unidades funciona das 7h às 16h, mas há também algumas com horário estendido até as 20 horas. Informações sobre endereço se horários pode ser obtidas no site www.osasco.sp.gov.br.

Osasco faz mutirão de Papanicolau

Osasco faz mutirão de Papanicolau (Foto: Divulgação)

(Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)

Como parte de sua programação para celebrar o Dia Internacional da Mulher, a Prefeitura de Osasco realiza, entre quarta e sexta-feira, dias 8 e 10 de março, um mutirão de exames de Papanicolau nas unidades básicas de saúde. Segundo a Secretaria de Saúde, não há necessidade de apresentar pedido médico. Basta levar um documento com foto e cartão SUS.  A expectativa é realizar 4 mil exames nesses três dias. A maioria das s unidades funciona das 7h às 16h, mas há também algumas com horário estendido até as 20 horas. Informações sobre endereço se horários pode ser obtidas no site www.osasco.sp.gov.br.

Página 3 de 37