Página 6 de 37

Bernardinho

Bernardinho (Foto: Divulgação)

(Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)

Os dois times já estão classificados à próxima fase da Superliga. Além disso, o resultado de hoje não trará qualquer mudança em suas posições na tabela. Mas quando se trata de partida entre o Nestlé/Osasco e o Rexona/Rio de Janeiro, o maior clássico do voleibol nacional, ninguém quer perder.  As duas equipes se enfrentam nesta sexta-feira, às 21 horas, na Arena da Barra, no Rio de Janeiro.

O time do técnico Bernardinho lidera a classificação, com 53 pontos. O do treinador Luizomar de Moura é o vice-líder, com 45. Mas Osasco foi o único time que, até agora, conseguiu derrotar o Rio na competição.

No primeiro turno, jogando em Osasco, Dani Lins e cia marcaram 3 sets a 2 nas adversárias. A levantadora tem experiência no clássico e acredita que Osasco condições de repetir a vitória se entrar focado. "Temos de pensar que será outra partida difícil e na casa delas. Estamos jogando muito bem como mandante e oscilando fora de casa, por isso, estamos treinando bastante para melhorar neste aspecto.

Será importante entrarmos determinadas, focadas e acreditando que temos condições de ganhar", afirma. Já a ponteira Tandara destaca que a responsabilidade está do lado adversário e lembra que Osasco vem de bela vitória sobre o Praia Clube, na rodada anterior. Nosso saque e sistema defensivo funcionaram bastante. Então, acredito que esses fatores possam influenciar nessa partida também.

O time está confiante que pode ganhar. Elas estão na liderança, portanto, a responsabilidade é delas, mas vamos para cima e estamos treinando para conquistar a vitória. Estamos adquirindo confiança a cada treino e jogo e uma boa atuação terá como consequência um placar positivo. O primeiro turno ficou no passado, mas claro que acreditamos pelo resultado que tivemos contra elas em casa e isso certamente ajuda, principalmente por ser a única equipe que venceu o Rio na Superliga", destaca.

O clássico já foi disputado 81 vezes na história da Superliga e a equipe carioca leva vantagem com 46 vitórias contra 35. Os dois clubes sã ainda os mais vitoriosos do País. São 11 títulos de Superliga e 4 Sul-Americanos pelo lado do Rio, enquanto Osasco tem cinco conquistas de Superliga, é tetracampeã Sul-Americana e campeã do Mundial de Clubes.

Dois casais, em duas motos, rendem morador na porta de sua casa, na Vila Yara. Outros dois casos foram registrados na mesma região nos últimos dias

Por Da Redação

Um vídeo, enviado por leitor do Diário, mostra o exato momento em que ele é rendido por assaltantes, na porta de sua casa, na rua Santa Terezinha, na Vila Yara, em Osasco. Dois casais se aproximam em duas motos. Os garupas descem e o assaltam. Depois, o quarteto foge. Segundo moradores, outros dois casos semelhantes foram registrados, nos últimos dias, na mesma região.

Veja o vídeo:

Dois casais, em duas motos, rendem morador na porta de sua casa, na Vila Yara. Outros dois casos foram registrados na mesma região nos últimos dias

Por Da Redação

Um vídeo, enviado por leitor do Diário, mostra o exato momento em que ele é rendido por assaltantes, na porta de sua casa, na rua Santa Terezinha, na Vila Yara, em Osasco. Dois casais se aproximam em duas motos. Os garupas descem e o assaltam. Depois, o quarteto foge. Segundo moradores, outros dois casos semelhantes foram registrados, nos últimos dias, na mesma região.

Veja o vídeo:

Dois casais, em duas motos, rendem morador na porta de sua casa, na Vila Yara. Outros dois casos foram registrados na mesma região nos últimos dias

Por Da Redação

Um vídeo, enviado por leitor do Diário, mostra o exato momento em que ele é rendido por assaltantes, na porta de sua casa, na rua Santa Terezinha, na Vila Yara, em Osasco. Dois casais se aproximam em duas motos. Os garupas descem e o assaltam. Depois, o quarteto foge. Segundo moradores, outros dois casos semelhantes foram registrados, nos últimos dias, na mesma região.

Veja o vídeo:

Vôlei Nestle

Vôlei Nestle (Foto: Luciano Benazzi)

(Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)

Folga, só mesmo na tabela da Superliga. Embora tenha feito seu último jogo na quinta-feira passada, quando venceu o Dentil/Praia Clube por 3 sets a 0 e assumiu a vice-liderança da tabela, as meninas do Nestlé/Osasco não tiraram o pé do freio no Carnaval. O sábado e o domingo foram de descanso. Mas desde segunda-feira, dia 27, elas treinam firme, no ginásio José Liberatti, em Osasco, para o próximo desafio.

Na sexta-feira, fora de casa, o time enfrenta seu maior rival, o Rexona/Rio de Janeiro, do técnico Bernardinho, no principal clássico do vôlei nacional. "Respeito a tradição do Carnaval, pois é uma festa que o brasileiro curte bastante.

Porém, estamos em um momento decisivo da Superliga e na sexta-feira já temos uma partida importante e precisamos aproveitar ao máximo essa semana para trabalhar.

Nosso objetivo é chegar com uma boa preparação ao período de playoffs", afirma o treinador Luizomar de Moura. Além do confronto com o Rio, Osasco fará mais dois jogos nesta fase de classificação e ambos serão como visitante.

A equipe enfrenta o Renata Valinhos/Country no dia 7, às 19h30, no ginásio Pedro Ezequiel, em Valinhos, e, em seguida, encara o Genter Vôlei Bauru, no dia 12, na última rodada, às 14h10, no ginásio Panela de Pressão, em Bauru.

No primeiro turno, como mandante, Luizomar e suas comandadas venceram os três adversários que terão pela frente na sequência. 

Vôlei Nestle

Vôlei Nestle (Foto: Luciano Benazzi)

(Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)

Folga, só mesmo na tabela da Superliga. Embora tenha feito seu último jogo na quinta-feira passada, quando venceu o Dentil/Praia Clube por 3 sets a 0 e assumiu a vice-liderança da tabela, as meninas do Nestlé/Osasco não tiraram o pé do freio no Carnaval. O sábado e o domingo foram de descanso. Mas desde segunda-feira, dia 27, elas treinam firme, no ginásio José Liberatti, em Osasco, para o próximo desafio.

Na sexta-feira, fora de casa, o time enfrenta seu maior rival, o Rexona/Rio de Janeiro, do técnico Bernardinho, no principal clássico do vôlei nacional. "Respeito a tradição do Carnaval, pois é uma festa que o brasileiro curte bastante.

Porém, estamos em um momento decisivo da Superliga e na sexta-feira já temos uma partida importante e precisamos aproveitar ao máximo essa semana para trabalhar.

Nosso objetivo é chegar com uma boa preparação ao período de playoffs", afirma o treinador Luizomar de Moura. Além do confronto com o Rio, Osasco fará mais dois jogos nesta fase de classificação e ambos serão como visitante.

A equipe enfrenta o Renata Valinhos/Country no dia 7, às 19h30, no ginásio Pedro Ezequiel, em Valinhos, e, em seguida, encara o Genter Vôlei Bauru, no dia 12, na última rodada, às 14h10, no ginásio Panela de Pressão, em Bauru.

No primeiro turno, como mandante, Luizomar e suas comandadas venceram os três adversários que terão pela frente na sequência. 

Página 6 de 37