Página 8 de 40

Tudo que aprendemos juntos (Lázaro Ramos)

Tudo que aprendemos juntos (Lázaro Ramos) (Foto: Divulgação)

(Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)

A Casaviva abre suas portas em Osasco, no próximo dia 6, às 19 horas, com a proposta de ser um espaço cultural e ambiental. Localizada na avenida Maria Campos, 252, no Centro, ela traz uma programação gratuita com arte, música e cinema, além de oficinas. Na semana em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, a Casaviva convidou as artistas plásticas Risomar Fasanaro e Juçara Rodrigues para exporem suas obras.

Elas podem ser conferidas até 11 de março, das 15 às 21 horas. Também com parte de sua programação nessa primeira semana, o espaço abriga, na terça-feira, dia 7, às 19 horas, uma oficina de automaquiagem com Janaína Oliveira. Na quarta-feira, dia 8, às 20 horas, é a vez de palestra com a dentista Daniela Richarte, que vai falar sobre ciência e igualdade de gênero.

Na quinta-feira, dia 9, os frequentadores poderão curtir uma sessão de cinema. Às 19 horas será exibido o filme “ Tudo que aprendemos juntos”, de Sérgio Machado. Baseado na peça "Acorda Brasil", de Antônio Ermírio de Moraes, o filme conta a história de Laerte (Lázaro Ramos), um violinista que se vê obrigado a dar aulas de música na comunidade de Heliópolis depois da tentativa fracassada de integrar a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp).

Na sexta-feira, dia 10, é a vez de música, com apresentação, às 20 horas, de Dorgival Nazaro e alunos. Já no sábado, dia 11, às 14 horas, acontece  debate sobre comunicação no ambiente escolar com o professor e filósofo Jefferson de Souza Santana.  Mais informações sobre a Casaviva e sua programação podem ser obtidas pelo telefone  3684-0293 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Bernardinho

Bernardinho (Foto: Divulgação)

(Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)

Os dois times já estão classificados à próxima fase da Superliga. Além disso, o resultado de hoje não trará qualquer mudança em suas posições na tabela. Mas quando se trata de partida entre o Nestlé/Osasco e o Rexona/Rio de Janeiro, o maior clássico do voleibol nacional, ninguém quer perder.  As duas equipes se enfrentam nesta sexta-feira, às 21 horas, na Arena da Barra, no Rio de Janeiro.

O time do técnico Bernardinho lidera a classificação, com 53 pontos. O do treinador Luizomar de Moura é o vice-líder, com 45. Mas Osasco foi o único time que, até agora, conseguiu derrotar o Rio na competição.

No primeiro turno, jogando em Osasco, Dani Lins e cia marcaram 3 sets a 2 nas adversárias. A levantadora tem experiência no clássico e acredita que Osasco condições de repetir a vitória se entrar focado. "Temos de pensar que será outra partida difícil e na casa delas. Estamos jogando muito bem como mandante e oscilando fora de casa, por isso, estamos treinando bastante para melhorar neste aspecto.

Será importante entrarmos determinadas, focadas e acreditando que temos condições de ganhar", afirma. Já a ponteira Tandara destaca que a responsabilidade está do lado adversário e lembra que Osasco vem de bela vitória sobre o Praia Clube, na rodada anterior. Nosso saque e sistema defensivo funcionaram bastante. Então, acredito que esses fatores possam influenciar nessa partida também.

O time está confiante que pode ganhar. Elas estão na liderança, portanto, a responsabilidade é delas, mas vamos para cima e estamos treinando para conquistar a vitória. Estamos adquirindo confiança a cada treino e jogo e uma boa atuação terá como consequência um placar positivo. O primeiro turno ficou no passado, mas claro que acreditamos pelo resultado que tivemos contra elas em casa e isso certamente ajuda, principalmente por ser a única equipe que venceu o Rio na Superliga", destaca.

O clássico já foi disputado 81 vezes na história da Superliga e a equipe carioca leva vantagem com 46 vitórias contra 35. Os dois clubes sã ainda os mais vitoriosos do País. São 11 títulos de Superliga e 4 Sul-Americanos pelo lado do Rio, enquanto Osasco tem cinco conquistas de Superliga, é tetracampeã Sul-Americana e campeã do Mundial de Clubes.

Dois casais, em duas motos, rendem morador na porta de sua casa, na Vila Yara. Outros dois casos foram registrados na mesma região nos últimos dias

Por Da Redação

Um vídeo, enviado por leitor do Diário, mostra o exato momento em que ele é rendido por assaltantes, na porta de sua casa, na rua Santa Terezinha, na Vila Yara, em Osasco. Dois casais se aproximam em duas motos. Os garupas descem e o assaltam. Depois, o quarteto foge. Segundo moradores, outros dois casos semelhantes foram registrados, nos últimos dias, na mesma região.

Veja o vídeo:

Tudo que aprendemos juntos (Lázaro Ramos)

Tudo que aprendemos juntos (Lázaro Ramos) (Foto: Divulgação)

(Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)

A Casaviva abre suas portas em Osasco, no próximo dia 6, às 19 horas, com a proposta de ser um espaço cultural e ambiental. Localizada na avenida Maria Campos, 252, no Centro, ela traz uma programação gratuita com arte, música e cinema, além de oficinas. Na semana em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, a Casaviva convidou as artistas plásticas Risomar Fasanaro e Juçara Rodrigues para exporem suas obras.

Elas podem ser conferidas até 11 de março, das 15 às 21 horas. Também com parte de sua programação nessa primeira semana, o espaço abriga, na terça-feira, dia 7, às 19 horas, uma oficina de automaquiagem com Janaína Oliveira. Na quarta-feira, dia 8, às 20 horas, é a vez de palestra com a dentista Daniela Richarte, que vai falar sobre ciência e igualdade de gênero.

Na quinta-feira, dia 9, os frequentadores poderão curtir uma sessão de cinema. Às 19 horas será exibido o filme “ Tudo que aprendemos juntos”, de Sérgio Machado. Baseado na peça "Acorda Brasil", de Antônio Ermírio de Moraes, o filme conta a história de Laerte (Lázaro Ramos), um violinista que se vê obrigado a dar aulas de música na comunidade de Heliópolis depois da tentativa fracassada de integrar a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp).

Na sexta-feira, dia 10, é a vez de música, com apresentação, às 20 horas, de Dorgival Nazaro e alunos. Já no sábado, dia 11, às 14 horas, acontece  debate sobre comunicação no ambiente escolar com o professor e filósofo Jefferson de Souza Santana.  Mais informações sobre a Casaviva e sua programação podem ser obtidas pelo telefone  3684-0293 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Proposta do vereador Ricardo Silva prevê registro de animais por meio de identificação

Ricardo Silva

Ricardo Silva (Foto: Renato Silvestre)

(políEste endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)

Na Câmara de Osasco, dois projetos sobre direitos e cuidados com os animais devem entrar, em breve, na pauta de votação, todos eles de autoria do vereador Ricardo Silva (PRB). Dentre as medidas previstas está, inclusive, a criação de um sistema de registro de cães e gatos. O parlamentar também indicou a criação de uma gratificação para os médicos veterinários vinculados à prefeitura.

Um dos projetos prevê a criação do Conselho Municipal do Bem-Estar do Animal e do Fundo Municipal do Bem-Estar do Animal. De acordo com a proposta, os dois órgãos ficarão vinculados à Secretaria da Saúde, com atividades desenvolvidas pela secretaria do Meio Ambiente e pelo Núcleo de Controle de Zoonoses.  

O Conselho terá 14 atribuições, que vão desde a promoção e defesa dos “direitos e obrigações vinculadas à proteção da vida animal, opinando e propondo soluções às denúncias sobre questões relativas à violação de tais direitos” à “propor a realização de ações permanentes para campanhas de doação de animais, registro de animais através de identificação eletrônica ou visual, vacinação de animais contra as doenças de espécies específicas e controle populacional através de esterilizações cirúrgicas”, dentre outras.

O Conselho será composto por 12 membros com mandatos de dois anos, sendo cinco representantes da prefeitura; um da Câmara; e seis da sociedade civil. Já os recursos para manutenção do Fundo serão constituídos de doações de pessoas físicas ou jurídicas; valores provenientes de multas aplicadas em decorrência de maus tratos aos animais; doações, auxílios, contribuições, transferências, de entidades nacionais e internacionais governamentais ou não; aplicações financeiras; e convênios, acordos e contratos.

Outro projeto sugerido por Ricardo Silva é a criação de um “menu estático” no site da prefeitura para divulgação de fotos e informações de animais perdidos ou em condições de abandono para adoção. 

Dois casais, em duas motos, rendem morador na porta de sua casa, na Vila Yara. Outros dois casos foram registrados na mesma região nos últimos dias

Por Da Redação

Um vídeo, enviado por leitor do Diário, mostra o exato momento em que ele é rendido por assaltantes, na porta de sua casa, na rua Santa Terezinha, na Vila Yara, em Osasco. Dois casais se aproximam em duas motos. Os garupas descem e o assaltam. Depois, o quarteto foge. Segundo moradores, outros dois casos semelhantes foram registrados, nos últimos dias, na mesma região.

Veja o vídeo:

Página 8 de 40