Página 9 de 61

São, ao todo, 51.981 candidatos na disputa por 1271 vagas. Professor de Educação Básica I e Professor de Desenvolvimento Infantil são as mais concorridas

(Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)

O Instituto Indepac divulgou o número final de inscritos e a concorrência por cargos no concurso público da Prefeitura de Osasco. São, ao todo, 51.981 candidatos na disputa por 1271 vagas. O número anterior, de 78 mil, divulgado ao final do prazo de inscrições, no último dia 28, incluía todos os cadastramentos feitos no site. Já o atual refere-se às taxas de inscrição efetivamente pagas. 

Com isso, a concorrência média é de 41 inscritos por oportunidades. Mas essa disputa varia bastante de acordo com os 51 cargos disponíveis. Os que somam maior número total de inscrições são os de Professor de Educação Básica I (PEB) e Professor de Desenvolvimento Infantil. No primeiro caso, são 13.375 candidatos para 270 vagas, uma concorrência de 49,5. Já no segundo, são 10.598 pessoas na disputa por 200 oportunidades, ou 52,99. Em terceiro lugar vem o cargo de Guarda Civil Masculino, com 100 vagas e 6099 concorrentes, uma média de 60,9 por vaga.  E outras 4754 pessoas se inscreveram para agente de trânsito, uma concorrência de 59,4 candidatos para cada uma das 80 vaga.  Mas existem casos em que, por ter menor número de oportunidades em disputa, os cargos são muito mais concorridos. Há, por exemplo, 813 candidatos para apenas 1 vaga de auditor; 1005 candidatos para duas vagas de analista de finanças, 699 para uma vaga de engenheiro civil e 541 para 1 vaga de arquiteto. 

As 5 vagas de procurador também estão bem disputadas, por 1729 candidatos, uma média de 345 por oportunidade. A concorrência para os dentistas vai na mesma linha. São 264 por vaga, ou 2640 inscritos para 10 oportunidades. Por outro lado, há também carreiras com baixa procura, principalmente a área médica. Apenas um candidato se inscreveu para a o cargo de médico geriatra, que também só tem uma vaga no concurso. Já no caso de pneumologista, o total de inscritos2 – foi menor que o de vagas – 3. Além disso, exatamente 8 candidatos se inscreveram para as 8 vagas de psiquiatra diarista. O número de inscritos para cada cargo e as inscrições homologadas pode ser conferida no site www.indepac.org.br.  As provas acontecem em duas datas, dias 23 e 30 de julho, de acordo com o cargo. Já os aprovados devem começar a trabalhar a partir de setembro.

São, ao todo, 51.981 candidatos na disputa por 1271 vagas. Professor de Educação Básica I e Professor de Desenvolvimento Infantil são as mais concorridas

(Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)

O Instituto Indepac divulgou o número final de inscritos e a concorrência por cargos no concurso público da Prefeitura de Osasco. São, ao todo, 51.981 candidatos na disputa por 1271 vagas. O número anterior, de 78 mil, divulgado ao final do prazo de inscrições, no último dia 28, incluía todos os cadastramentos feitos no site. Já o atual refere-se às taxas de inscrição efetivamente pagas. 

Com isso, a concorrência média é de 41 inscritos por oportunidades. Mas essa disputa varia bastante de acordo com os 51 cargos disponíveis. Os que somam maior número total de inscrições são os de Professor de Educação Básica I (PEB) e Professor de Desenvolvimento Infantil. No primeiro caso, são 13.375 candidatos para 270 vagas, uma concorrência de 49,5. Já no segundo, são 10.598 pessoas na disputa por 200 oportunidades, ou 52,99. Em terceiro lugar vem o cargo de Guarda Civil Masculino, com 100 vagas e 6099 concorrentes, uma média de 60,9 por vaga.  E outras 4754 pessoas se inscreveram para agente de trânsito, uma concorrência de 59,4 candidatos para cada uma das 80 vaga.  Mas existem casos em que, por ter menor número de oportunidades em disputa, os cargos são muito mais concorridos. Há, por exemplo, 813 candidatos para apenas 1 vaga de auditor; 1005 candidatos para duas vagas de analista de finanças, 699 para uma vaga de engenheiro civil e 541 para 1 vaga de arquiteto. 

As 5 vagas de procurador também estão bem disputadas, por 1729 candidatos, uma média de 345 por oportunidade. A concorrência para os dentistas vai na mesma linha. São 264 por vaga, ou 2640 inscritos para 10 oportunidades. Por outro lado, há também carreiras com baixa procura, principalmente a área médica. Apenas um candidato se inscreveu para a o cargo de médico geriatra, que também só tem uma vaga no concurso. Já no caso de pneumologista, o total de inscritos2 – foi menor que o de vagas – 3. Além disso, exatamente 8 candidatos se inscreveram para as 8 vagas de psiquiatra diarista. O número de inscritos para cada cargo e as inscrições homologadas pode ser conferida no site www.indepac.org.br.  As provas acontecem em duas datas, dias 23 e 30 de julho, de acordo com o cargo. Já os aprovados devem começar a trabalhar a partir de setembro.

São, ao todo, 51.981 candidatos na disputa por 1271 vagas. Professor de Educação Básica I e Professor de Desenvolvimento Infantil são as mais concorridas

(Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)

O Instituto Indepac divulgou o número final de inscritos e a concorrência por cargos no concurso público da Prefeitura de Osasco. São, ao todo, 51.981 candidatos na disputa por 1271 vagas. O número anterior, de 78 mil, divulgado ao final do prazo de inscrições, no último dia 28, incluía todos os cadastramentos feitos no site. Já o atual refere-se às taxas de inscrição efetivamente pagas. 

Com isso, a concorrência média é de 41 inscritos por oportunidades. Mas essa disputa varia bastante de acordo com os 51 cargos disponíveis. Os que somam maior número total de inscrições são os de Professor de Educação Básica I (PEB) e Professor de Desenvolvimento Infantil. No primeiro caso, são 13.375 candidatos para 270 vagas, uma concorrência de 49,5. Já no segundo, são 10.598 pessoas na disputa por 200 oportunidades, ou 52,99. Em terceiro lugar vem o cargo de Guarda Civil Masculino, com 100 vagas e 6099 concorrentes, uma média de 60,9 por vaga.  E outras 4754 pessoas se inscreveram para agente de trânsito, uma concorrência de 59,4 candidatos para cada uma das 80 vaga.  Mas existem casos em que, por ter menor número de oportunidades em disputa, os cargos são muito mais concorridos. Há, por exemplo, 813 candidatos para apenas 1 vaga de auditor; 1005 candidatos para duas vagas de analista de finanças, 699 para uma vaga de engenheiro civil e 541 para 1 vaga de arquiteto. 

As 5 vagas de procurador também estão bem disputadas, por 1729 candidatos, uma média de 345 por oportunidade. A concorrência para os dentistas vai na mesma linha. São 264 por vaga, ou 2640 inscritos para 10 oportunidades. Por outro lado, há também carreiras com baixa procura, principalmente a área médica. Apenas um candidato se inscreveu para a o cargo de médico geriatra, que também só tem uma vaga no concurso. Já no caso de pneumologista, o total de inscritos2 – foi menor que o de vagas – 3. Além disso, exatamente 8 candidatos se inscreveram para as 8 vagas de psiquiatra diarista. O número de inscritos para cada cargo e as inscrições homologadas pode ser conferida no site www.indepac.org.br.  As provas acontecem em duas datas, dias 23 e 30 de julho, de acordo com o cargo. Já os aprovados devem começar a trabalhar a partir de setembro.

São, ao todo, 51.981 candidatos na disputa por 1271 vagas. Professor de Educação Básica I e Professor de Desenvolvimento Infantil são as mais concorridas

(Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)

O Instituto Indepac divulgou o número final de inscritos e a concorrência por cargos no concurso público da Prefeitura de Osasco. São, ao todo, 51.981 candidatos na disputa por 1271 vagas. O número anterior, de 78 mil, divulgado ao final do prazo de inscrições, no último dia 28, incluía todos os cadastramentos feitos no site. Já o atual refere-se às taxas de inscrição efetivamente pagas. 

Com isso, a concorrência média é de 41 inscritos por oportunidades. Mas essa disputa varia bastante de acordo com os 51 cargos disponíveis. Os que somam maior número total de inscrições são os de Professor de Educação Básica I (PEB) e Professor de Desenvolvimento Infantil. No primeiro caso, são 13.375 candidatos para 270 vagas, uma concorrência de 49,5. Já no segundo, são 10.598 pessoas na disputa por 200 oportunidades, ou 52,99. Em terceiro lugar vem o cargo de Guarda Civil Masculino, com 100 vagas e 6099 concorrentes, uma média de 60,9 por vaga.  E outras 4754 pessoas se inscreveram para agente de trânsito, uma concorrência de 59,4 candidatos para cada uma das 80 vaga.  Mas existem casos em que, por ter menor número de oportunidades em disputa, os cargos são muito mais concorridos. Há, por exemplo, 813 candidatos para apenas 1 vaga de auditor; 1005 candidatos para duas vagas de analista de finanças, 699 para uma vaga de engenheiro civil e 541 para 1 vaga de arquiteto. 

As 5 vagas de procurador também estão bem disputadas, por 1729 candidatos, uma média de 345 por oportunidade. A concorrência para os dentistas vai na mesma linha. São 264 por vaga, ou 2640 inscritos para 10 oportunidades. Por outro lado, há também carreiras com baixa procura, principalmente a área médica. Apenas um candidato se inscreveu para a o cargo de médico geriatra, que também só tem uma vaga no concurso. Já no caso de pneumologista, o total de inscritos2 – foi menor que o de vagas – 3. Além disso, exatamente 8 candidatos se inscreveram para as 8 vagas de psiquiatra diarista. O número de inscritos para cada cargo e as inscrições homologadas pode ser conferida no site www.indepac.org.br.  As provas acontecem em duas datas, dias 23 e 30 de julho, de acordo com o cargo. Já os aprovados devem começar a trabalhar a partir de setembro.

Foi presa em Ilhabela, na madrugada desta terça-feira, 4, a ex-repórter da Rede TV!, que tem sede em Osasco, Luana Don, de 32 anos. Ela, que também é advogada, é suspeita de atuar como “pombo correio” e passar informações ao PCC dentro dos presídios. Ela estava foragida desde o ano passado.

A repórter estava sendo investigada pela Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme) do Rio de Janeiro por já ter morado na capital fluminense — há suspeitas de que a advogada transmitia ordens da alta cúpula do PCC para a franquia carioca da facção.

Por estar foragida sob a acusação dos crimes de corrupção ativa e integrar organização criminosa, Luana era uma das mais procuradas no país e uma recompensa de R$ 50 mil foi dada para sua captura. Ela foi encontrada em uma residência em Ilha Bela que seria utilizada como esconderijo.

Com Vice

No acumulado do ano, são 7,9 mil ocorrências, o que equivale a 52 casos por dia

Assaltos

Assaltos (Foto: Divulgação)

(Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)

O índice de assaltos praticados nas cidades da região Oeste cresceu 22% entre abril e maio deste ano. É o que apontam dados divulgados, esta semana, pela Secretaria Estadual da Segurança Pública. Em maio, 1822 pessoas foram vítimas de roubo (ocorrência que envolve ameaça à vítima), contra 1490 em abril.  Já no acumulado dos primeiros cinco meses do ano, os assaltantes  fizeram 7901 vítimas em Osasco e cidades vizinhas, o que equivale a uma média de 52 roubos por dia.  No comparativo entre as cidades, a alta foi puxada principalmente por Osasco, onde o total de roubos saltou de 759 para 982 entre abril e a maio, e por Carapicuíba, com alta de 277 para 381. Já Barueri registrou a maior baixa, de 120 para 98 registros.  Osasco lidera ainda o ranking da região entre janeiro e maio, com 4192 registros de roubo, mais da metade do total acumulado pelos outros municípios.  Outro tipo de crime que apresentou alta, entre abril e maio, foi o furto de veículos. No mês passado, 428 pessoas tiveram seus veículos levados por ladrões ao deixaram estacionados, número 13% superior aos 377 registrados em abril. No acumulado do ano, a experiência de voltar ao local de estacionamento e não encontrar mais seu carro ou moto foi vivida por um total de 2017 pessoas em toda a região. Mas, nesse tipo de crime, Osasco e Parnaíba foram as exceções. Na primeira cidade, o número de casos ficou praticamente estável (queda de 289 para 288), enquanto em Parnaíba, baixou de 7 para 4. Jandira teve a maior elevação, de 5 para 12, seguida por Carapicuíba, de 33 para 65. Os furtos de veículo também tiveram alta expressiva em Barueri (de 18 para 27) e em Cotia (de 9 para 14). Ainda de acordo com os dados da secretaria, outros dois tipos de crime registraram ligeira queda entre abril e maio. Os furtos baixaram 2%, de 1220 para 1195. E os roubos de veículo tiveram redução de 2,6%, de 299 para 293.

Página 9 de 61