Terça, 25 Julho 2017 14:34

DESORGANIZAÇÃO E CONFUSÃO NO CONCURSO PÚBLICO DE OSASCO Destaque

A primeira prova do falado Concurso Público de Osasco não começou bem. Em um dos locais, Universidade Anhanguera, a abertura dos portões  teve atraso de mais 35 minutos. Neste espaço, fizeram provas na manhã de domingo, os candidatos a Agente de Trânsito, Arquiteto, Engenheiro Civil e Procurador. Ao todo, 8370 pessoas aguardaram o início da prova do Instituto INDEPAC por cerca de 1h25 minutos, que ao invés de começar às 9:00 como nos outros polos, começou às 10h.

Depois de muita confusão e tumultos e interdição da Avenida dos Autonomistas e muita fila no entorno do Campus, a prova finalmente começou. Questionada, a coordenação colocou a culpa na Anhanguera. Que segundo ela, atrasou na liberação do prédio para os candidatos.

Até agora, não conseguimos informações da Prefeitura e do instituto sobre a consequências do atraso. Se a prova vai ser validada ou não. Se nos outros polos, os candidatos sentem-se prejudicados com o atraso. Uma coisa é certa, o Ministério Público não vai perdoar tal desorganização.

Para esclarecer

Esse Concurso não é o maior desde 1993 da cidade, como ventilado por Lins. Em 2014, o ex-prefeito Jorge Lapas realizou um concurso público para preencher 3215 vagas, divididas em quatro áreas: Administração, Saúde, Segurança e Educação. O Concurso foi elaborado pela FGV, instituição respeitadíssima na elaboração de Concursos.

No atual Concurso, segundo informações, são 52.477 candidatos para apenas 1271 vagas. Menos da metade das vagas oferecidas em 2014. Detalhe: esse Concurso foi uma exigência do Ministério Público.

Dia 30 de julho teremos a segunda prova. Vamos esperar para ver se tudo vai ser melhor organizado! Hoje, houve muita desorganização ou “organização”. Na Anhanguera, a prova começou 35 minutos depois das 8:00 horas; os candidatos conversavam muito nas salas durante o concurso e os que terminaram a prova uma hora antes, saíram com ela na mão. O que não pode.

 

IMG Avenida dos Autonomistas na manhã de domingo, em frente à Anhanguera.

CMIO  -  Coletivo Mídia Independente

Autor

Redação