Observatório

SP abre curso a profissionais que atendem mulheres com deficiência vítimas de violência

As vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas até 25 de abril

O Governo de São Paulo, por meio da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SEDPcD), abriu as inscrições para o curso gratuito “O Atendimento à Mulher com Deficiência Vítima de Violência” nesta segunda-feira (25), a capacitação é voltada para promotores, delegados, delegadas, assistentes sociais e demais profissionais que atuam na área de proteção. A iniciativa faz parte do programa TODAS in-Rede, que disponibiliza aulas online tanto para a rede de apoio à mulher vítima de violência, quanto para mulheres com deficiência.

Este curso, realizado em parceria com a Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), capacita estes profissionais sobre como receber, atender e orientar mulheres com deficiência que tenham sido vítimas de violência ou de violação de direitos a partir de um olhar empático (veja os temas das aulas abaixo). As vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas até 25 de abril pelo link https://apps.univesp.br/sdpd/.

“O curso trata de como a mulher com deficiência que foi ou é vítima de violência deve ser recebida, atendida e acolhida por profissionais da rede proteção da melhor forma possível. É necessário que todos os profissionais saibam como receber e lidar com essas mulheres, fazendo os encaminhamentos necessários e prestando as orientações adequadas”, afirma a coordenadora do programa TODAS in-Rede da Secretaria, Caroline Reis.

São quatro profissionais especialistas no tema ministrando aulas na modalidade de Ensino à Distância (EaD) em quatro módulos, com aulas gravadas, indicação de material pedagógico e supervisão dos especialistas. Os temas abordados serão: O contexto da mulher com deficiência vítima de violência; Marcadores sociais de gênero e raça; Capacitismo, o que é isso?; História da pessoa com deficiência com foco na história da mulher com deficiência; Deficiência Intelectual; TEA – Transtorno do Espectro Autista; Deficiência Auditiva; Deficiência Visual ; Surdocegueira; Deficiência Física; Legislação e Tipificação da Violência; Legislação e amparo legal; Tipificação de violência contra à mulher com deficiência; Como identificar as violências sofridas por mulheres com deficiência; Perfil das violências sofridas pelas mulheres com deficiência; Escuta Qualificada e Efetiva; Acessibilidade Instrumental; Tecnologias Assistivas: como garantir um atendimento de qualidade; Comunicação Alternativa; Pilares de Enfrentamento à mulheres vítimas de violência: A importância do trabalho em rede.

O curso de 40h terá início no dia 29 de abril e termina no dia 2 de agosto. Os usuários que alcançarem 75% de participação serão certificados.

Atlas da Violência
Dados do Atlas da Violência 2023, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), mostram que o número de notificações é bem mais elevado para o grupo de mulheres com deficiência intelectual (45,0 notificações para cada 10 mil pessoas com deficiência), quando comparadas aos homens (16,2 notificações para cada 10 mil pessoas com deficiência). A principal violência interpessoal contra pessoas com deficiência indicada pelos dados analisados é a violência doméstica, que atinge sobretudo mulheres com deficiência física: são 70,4% das notificações, enquanto para o grupo de homens com essa deficiência o percentual de notificações foi de 57,9%.

TODAS in-Rede
O programa TODAS in-Rede foi criado em 2020 e atua em duas frentes, disponibilizando curso voltado diretamente às mulheres com deficiência com temas sobre trabalho, renda, autonomia financeira, prevenção à violência, autoestima, liderança e direitos afetivos, sexuais e reprodutivos; e curso de capacitação voltado aos profissionais que atuam em redes de proteção e lidam com mulheres com deficiência que foram ou são vítimas de violência. Mais informações no site https://pessoacomdeficiencia.sp.gov.br/.

Conteúdo Oficial – Gov SP

Concorra a prêmios surpresas ao fazer parte de nossa newsletter GRATUITA!

Quando você se inscreve na nossa newsletter participa de todos os futuros sorteios (dos mais variados parceiros comerciais) do PlanetaOsasco. Seus dados não serão vendidos para terceiros.

PlanetaOsasco.com

Matheus V.

Verifico e produzo notícias de Osasco, Barueri e região, monitoro o portal da transparência da cidade e faço checagem de licitações e compras públicas.

Artigos relacionados

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Queremos saber sua opinião sobre a matériax