Barueri

Secretaria de Finanças presta contas da Prefeitura aos vereadores — Câmara Municipal de Barueri

A Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara de Barueri promoveu na manhã de quarta-feira, 29, audiência pública para avaliar a situação financeira da cidade. O secretário de finanças do município esteve no plenário do Poder Legislativo para prestar contas aos vereadores e à população dos gastos e investimentos feitos pela Prefeitura entre janeiro e abril de 2024.

A audiência pública sobre a gestão fiscal da Prefeitura é uma exigência prevista na Lei de Responsabilidade Fiscal. Ela determina que até o fim dos meses de maio, setembro e fevereiro o Poder Executivo demonstre e avalie o cumprimento das metas fiscais de cada quadrimestre do ano.

Gustavo César exibiu relatórios detalhados de receitas e despesas, com destaque para arrecadação de R$ 1,7 bilhão no período, sendo R$ 822 milhões somente vindos do ISS (Imposto sob Serviço). As despesas entre janeiro e abril de 2024 somaram quase R$ 1,4 bilhão. O secretário Finanças da Prefeitura de Barueri explicou que o resultado (saldo entre o arrecadado e o gasto) de R$ 355 milhões é necessário manter em caixa porque as despesas não são lineares em todos os meses. “O superávit do primeiro quadrimestre é necessário para arcar com custos que são maiores no fim do ano, como por exemplo o décimo terceiro salário dos servidores”, afirmou o Gustavo.

Além de apresentar os números, a audiência pública também ofereceu ao cidadão a oportunidade de se manifestar sobre os resultados apresentados pela Prefeitura. Uma das participantes tirou dúvidas com o secretário sobre os investimentos em obras e também questionou sobre os valores destinados a terceirizações.

Para o vereador Reinaldo Campos (PL), as audiências públicas são uma oportunidade que o Poder Legislativo tem para prestar contas à sociedade e cumprir com seu papel fiscalizador ao analisar os números apresentados pela Prefeitura. “É uma prestação de serviço fundamental para garantir a transparência com o uso do dinheiro público e também de incluir a participação popular no debate”, comentou o presidente da Comissão de Finanças e Orçamento.

A audiência pública foi transmitida ao vivo no site, na TV Câmara e nas redes sociais oficiais do Poder Legislativo. O vídeo continua disponível na íntegra para quem quiser assistir:

 

As planilhas apresentadas pela equipe da Secretaria de Finanças também estão disponíveis clicando aqui.

 

Lei de Responsabilidade Fiscal

Criada em 4 de maio de 2000 e mais conhecida como Lei de Responsabilidade Fiscal, a Lei Complementar Federal 101 é um importante instrumento de regulamentação das finanças públicas. O objetivo LRF é garantir transparência na gestão pública determinando prazos para a publicação de demonstrativos contábeis.

Mais fotos em: 



Conteúdo oficial

Concorra a prêmios surpresas ao fazer parte de nossa newsletter GRATUITA!

Quando você se inscreve na nossa newsletter participa de todos os futuros sorteios (dos mais variados parceiros comerciais) do PlanetaOsasco. Seus dados não serão vendidos para terceiros.

PlanetaOsasco.com

Matheus V.

Verifico e produzo notícias de Osasco, Barueri e região, monitoro o portal da transparência da cidade e faço checagem de licitações e compras públicas.

Artigos relacionados

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Queremos saber sua opinião sobre a matériax