Destaques

Lava Jato do Rio denuncia falso esquema de proteção para doleiros

A força-tarefa da Lava Jato do Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro denunciou três envolvidos em venda de um falso esquema de proteção para os doleiros Dario Messer e Marco Antônio Cursini. Três advogados e um empresário vão responder por exploração de prestígio qualificada, tráfico de influência qualificado e associação criminosa.
De acordo com o MPF, entre setembro de 2006 e março de 2013, dois advogados receberam da organização criminosa liderada por Messer o valor de US$ 50 mil mensais, sob o pretexto de pagar agentes públicos para impedir investigações do MPF e da Polícia Federal. Os valores eram remetidos de forma ilegal para uma conta na Suiça, em nome da empresa offshore Big Pluto Universal. Foram recebidos nesse esquema um total de US$ 3,9 milhões.
Os dois advogados também foram denunciados por lavagem de wp-activate.phps, juntamente com Messer e Cursini. Segundo a investigação do MPF, Cursini era responsável pelas operações dólar cabo que enviavam os valores, recebidos em espécie, para o exterior. Os procuradores da Lava Jato identificaram 35 atos de lavagem de dinheiro por remessa dos valores ilícitos ao exterior, entre 2008 e 2012.
A acusação aponta também que os advogados cobraram de Cursini o valor de US$ 400 mil, em 2010, para supostamente pagar agentes públicos que impedissem a convocação do doleiro para depor em uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). Este valor, novamente, permaneceu na conta suíça dos denunciados.
De acordo com o MPF, em 2016, quando ocorreram mudanças na legislação internacional e na conformidade dos bancos suíços, Cursini fez oito operações dólar cabo invertido, para trazer ao Brasil de forma ilícita valores que somaram US$ 3.527.172,52.
*matéria atualizada às 15h22 

Concorra a prêmios surpresas ao fazer parte de nossa newsletter GRATUITA!

Quando você se inscreve na nossa newsletter participa de todos os futuros sorteios (dos mais variados parceiros comerciais) do PlanetaOsasco. Seus dados não serão vendidos para terceiros.

PlanetaOsasco.com

planeta

O PlanetaOsasco existe desde 2008 e é o primeiro portal noticioso da história da cidade. É independente e aceita contribuições dos moradores de Osasco.

Artigos relacionados

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Queremos saber sua opinião sobre a matériax