Destaques

Lei autoriza a Funai a montar barreiras sanitárias em áreas indígenas

Foi promulgada nesta sexta-feira a lei que autoriza a Funai, a Fundação Nacional do Índio, a montar barreiras sanitárias em áreas indígenas com objetivo de evitar a disseminação do novo coronavírus nos territórios dos povos originários.
A lei, que teve origem em uma Medida Provisória editada em fevereiro, foi promulgada pelo presidente do Congresso Nacional, o senador Rodrigo Pacheco.
As barreiras sanitárias devem ser compostas por servidores públicos, civis ou militares, da União, dos Estados ou dos municípios. A lei determina que a Funai é a responsável por planejar e executar as ações de controle das barreiras sanitárias, mas o Ministério da Justiça e Segurança Pública pode editar atos complementares para auxiliar no cumprimento da lei.
As barreiras sanitárias em territórios indígenas estavam autorizadas desde o ano passado, devido a outra medida provisória. Com a promulgação desta sexta-feira, a autorização para controlar a entrada de pessoas e mercadorias nos territórios indígenas fica assegurada até o final deste ano.
A criação das barreiras sanitárias durante a pandemia foi uma reivindicação das entidades indígenas e do Ministério Público Federal. Segundo a Articulação dos Povos Indígenas no Brasil, até agora há o registro de 1.088 óbitos ocorridos em 163 povos originários do país, além de mais 54 mil casos de contaminação pelo coronavírus entre indígenas.

Concorra a prêmios surpresas ao fazer parte de nossa newsletter GRATUITA!

Quando você se inscreve na nossa newsletter participa de todos os futuros sorteios (dos mais variados parceiros comerciais) do PlanetaOsasco. Seus dados não serão vendidos para terceiros.

PlanetaOsasco.com

planeta

O PlanetaOsasco existe desde 2008 e é o primeiro portal noticioso da história da cidade. É independente e aceita contribuições dos moradores de Osasco.

Artigos relacionados

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Queremos saber sua opinião sobre a matériax