Destaques

Milton Ribeiro diz que Educação enfrenta difícil cenário orçamentário

A derrubada do veto presidencial ao projeto de lei que prevê acesso à internet a estudantes de escolas públicas pode afetar em mais bloqueio de recursos para a educação. É o que alegou, nesta quarta-feira, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, em debate à Comissão de Educação da Câmara de Deputados.
Ribeiro admitiu que a Educação enfrenta um “difícil cenário orçamentário”, o que pode dificultar a realidade das instituições de ensino federais. O titular da educação cita o projeto de lei que garante acesso à internet a alunos e professores da educação básica pública, o PL 3477. Para ele, a derrubada do veto ao projeto traz preocupação. No entanto, o ministro garante que há um esforço da pasta para que sejam realizadas todas as avaliações que o MEC costuma fazer.
Ribeiro citou o desbloqueio recente de R$ 900 bilhões no orçamento do MEC. Mas alertou que até mesmo isso pode ser anulado, com a derrubada do veto presidencial ao PL de acesso à internet. A respeito do repasse da união, previsto pelo projeto de lei, a presidente da comissão de Educação, deputada Professora Dorinha Rezende argumentou que a matéria prevê outras fontes para a verba, não necessariamente do orçamento do MEC.
Questionado sobre possível interferência na escolha de questões para as provas do ENEM, Exame Nacional do Ensino Médio, o ministro Ribeiro negou, mas admitiu ter orientado a equipe responsável pelas provas a selecionar perguntas de caráter técnico e de conhecimento e não de natureza “ideológica”.
O ministro da Educação, Milton Ribeiro, também debateu com deputados da comissão, assuntos relacionados à pandemia, que acabou impondo o distanciamento social e a suspensão das aulas presenciais. Ele defendeu o retorno às aulas e informou que o MEC promove isso de forma responsável, com a vacinação dos profissionais da educação, no país.
Após uma segunda rodada de perguntas dos parlamentares, a sessão foi encerrada, devido ao limite de tempo. O ministro Ribeiro se comprometeu a retornar ao debate, para responder as perguntas que ficaram sem resposta.

Concorra a prêmios surpresas ao fazer parte de nossa newsletter GRATUITA!

Quando você se inscreve na nossa newsletter participa de todos os futuros sorteios (dos mais variados parceiros comerciais) do PlanetaOsasco. Seus dados não serão vendidos para terceiros.

PlanetaOsasco.com

planeta

O PlanetaOsasco existe desde 2008 e é o primeiro portal noticioso da história da cidade. É independente e aceita contribuições dos moradores de Osasco.

Artigos relacionados

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Queremos saber sua opinião sobre a matériax