Destaques

Capital e Duque de Caxias têm maiores registros de sarampo no RJ

Duque de Caxias e a capital fluminense são os municípios com maior número de casos notificados de Sarampo neste ano no estado do Rio. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, foram notificados até o momento, no total, 193 casos. O número é quase dez vezes maior do que o registrado no ano passado, quando em todo o estado do Rio houve 20 casos confirmados.
Duque de Caxias concentra 56 pacientes que contraíram a doença, e o Rio, 53. Outros municípios da Baixada Fluminense estão entre os de maior incidência: São João de Meriti, com 19 casos, Belford Roxo, com 17, e Nova Iguaçu com 10. Fora da Baixada, Paraty e Magé, registram 12 notificações da doença. Outros municípios têm entre 1 e 4 casos.

A Secretaria Estadual de Saúde afirma que emitiu alertas de atenção para novas notificações e investigações em tempo ágil nesses municípios, além de estar em contato direto com as secretaria de Saúde municipais. O médico da pasta, Alexandre Chieppe, explica que a atuação foi intensificada nos municípios com maior número de casos e que a orientação continua sendo o reforço da vacinação.

“A única saída para reverter esse quadro é através da vacinação.  É importante lembrar que a segunda dose contra o sarampo foi iniciada somente em 2004. Então a gente tem uma parcela importante da população que não tem as duas doses completas. A gente tem vacina tríplice viral, que protege contra o sarampo, em todos os postos. Não há porquê não se vacinar, uma vez que a vacina está disponível”, afirma Chieppe.

O médico ressalta que mesmo aquelas pessoas que não sabem se estão com o esquema vacinal completo devem ir até os postos de saúde. Segundo ele, a tendência é a diminuição dos casos no verão, mas o sinal de alerta se acende já para o ano que vem.

Esta segunda etapa da campanha de vacinação contra o sarampo é voltada para pessoas de 20 a 29 anos, mas a população de seis meses até 49 anos de idade precisa ter as duas doses da vacina. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, não houve nenhuma morte em decorrência do sarampo neste ano no estado do Rio, mas a doença pode evoluir para casos graves de pneumonia e outros tipos de infecções, que podem, sim, resultar em óbito.

Concorra a prêmios surpresas ao fazer parte de nossa newsletter GRATUITA!

Quando você se inscreve na nossa newsletter participa de todos os futuros sorteios (dos mais variados parceiros comerciais) do PlanetaOsasco. Seus dados não serão vendidos para terceiros.

PlanetaOsasco.com

planeta

O PlanetaOsasco existe desde 2008 e é o primeiro portal noticioso da história da cidade. É independente e aceita contribuições dos moradores de Osasco.

Artigos relacionados

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Queremos saber sua opinião sobre a matériax