Destaques

Retrospectiva 2019: confira alguns fatos que marcaram o mês de junho

Em junho, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu criminalizar a homofobia como forma de racismo.

A Justiça Federal em Juiz de Fora (MG), absolveu Adélio Bispo de Oliveira, autor do ataque a faca contra o então candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro, durante a campanha eleitoral do ano passado. A decisão aconteceu depois do processo criminal que considerou que Adélio é inimputável porque apresenta transtorno mental.

O celular do ministro da Justiça, Sergio Moro, sofreu tentativa de invasão. A Polícia Federal (PF) investigou o crime e descobriu que outras autoridades também tiveram o celular hackeado.

No Sudeste Asiático, milhares de pessoas ocuparam as ruas na região central de Hong Kong para protestar contra um projeto de lei que permite que suspeitos de crimes sejam extraditados para a China continental.

Os organizadores afirmaram que houve a participação de mais de 1 milhão de pessoas. Manifestantes ficaram feridos após os confrontos com a polícia.

A então primeira-ministra britânica Theresa May renunciou ao cargo depois que o Parlamento rejeitou repetidamente o acordo de retirada da União Europeia, que ela acertou com o bloco europeu.

No esporte, a França sediou a Copa Feminina 2019. Ao todo 24 equipes disputaram a taça.  As francesas eliminaram a seleção brasileira nas oitavas de final. Mas deu tempo de a atacante brasileira Marta entrar para história.

A camisa 10 do Brasil se tornou a maior goleadora na história das Copas do Mundo, superando o atacante alemão, Miroslav Klose. Marta agora soma 17 gols contra 16 do alemão. Os Estados Unidos venceram a Holanda na final. Com a vitória, as americanas se tornaram tetracampeãs.

Já no futebol masculino, o Brasil sediou e venceu a Copa América 2019. Doze equipes disputaram a taça, com o Japão e o Catar jogando como seleções convidadas. O Brasil ganhou da Argentina na semi-final e conquistou o 9º título continental, ao vencer o Peru por 3 a 1 na final. O jogador Daniel Alves levou o prêmio Bola de Ouro. Everton (Cebolinha) ficou com o prêmio Chuteira de Ouro e o goleiro Alisson, Luva de Ouro.

O cantor Sergio Augusto Bustamente, o eterno roqueiro brasileiro Serguei, morreu aos 85 anos. Ele sofria de Alzheimer e estava internado em um hospital, em Volta Redonda (RJ). Serguei contava façanhas, como a de ter assistido ao lendário festival de rock em Woodstock, nos Estados Unidos, em 1969, e de ter vivido um caso de amor com a cantora americana de blues Janis Joplin.

Quem também partiu foi o cineasta italiano Franco Zeffirelli, aos 96 anos, em Roma. Zeffirelli se tornou conhecido por suas visões românticas no cinema, opulentas produções de ópera e adaptações de peças de Shakespeare no teatro

Concorra a prêmios surpresas ao fazer parte de nossa newsletter GRATUITA!

Quando você se inscreve na nossa newsletter participa de todos os futuros sorteios (dos mais variados parceiros comerciais) do PlanetaOsasco. Seus dados não serão vendidos para terceiros.

PlanetaOsasco.com

planeta

O PlanetaOsasco existe desde 2008 e é o primeiro portal noticioso da história da cidade. É independente e aceita contribuições dos moradores de Osasco.

Artigos relacionados

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Queremos saber sua opinião sobre a matériax