Destaques

Governo lança programa de recuperação pós-pandemia; obras públicas estão entre medidas

O governo lançou nesta quarta-feira o programa Pró-Brasil, que buscará reduzir os impactos da pandemia do coronavírus nas áreas sociais e econômicas. O anúncio foi feito em coletiva no Palácio do Planalto coordenada pelo ministro da Casa Civil, Braga Netto.
O ministro afirmou que serão desenvolvidas ações integradas de todos os ministérios para recuperação e desenvolvimento do país, com atração de investimentos privados, melhoria do ambiente de negócios, realização de obras públicas e parcerias com o setor privado.
Braga Netto afirmou que o programa será planejado para durar 10 anos e que o Ministério da Economia faz parte deste esforço.
O governo não divulgou, no entanto, o volume de recursos destinados ao programa, que terá a primeira reunião do grupo de trabalho nesta sexta-feira.
O ministro da Saúde, Nelson Teich, também participou da coletiva, e afirmou que as ações da pasta contra a Covid-19 serão concentradas em 3 braços: informação, infraestrutura e diretrizes para estados e municípios.
O ministro disse ainda que na próxima semana deve apresentar uma diretriz para auxiliar os estados e municípios na adoção de medidas de isolamento e distanciamento, permitindo que o país volte à normalidade.
Nelson Teich ressaltou que ainda se têm pouca informação sobre a doença e que será feito um grande banco de dados para fundamentar a tomada de decisões do ministério.
O ministro disse que está preocupado com o fato de a população não estar procurando os serviços de saúde para outras doenças devido ao coronavírus, o que pode sobrecarregar o sistema de saúde após a pandemia.

Concorra a prêmios surpresas ao fazer parte de nossa newsletter GRATUITA!

Quando você se inscreve na nossa newsletter participa de todos os futuros sorteios (dos mais variados parceiros comerciais) do PlanetaOsasco. Seus dados não serão vendidos para terceiros.

PlanetaOsasco.com

planeta

O PlanetaOsasco existe desde 2008 e é o primeiro portal noticioso da história da cidade. É independente e aceita contribuições dos moradores de Osasco.

Artigos relacionados

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Queremos saber sua opinião sobre a matériax