Destaques

Bolsonaro exibe mensagens trocadas com ex-ministro em tela do celular

O presidente Jair Bolsonaro mostrou à imprensa e a admiradores o trecho de uma conversa por mensagem de texto que teria ocorrido entre ele e o então ministro da Justiça, Sergio Moro. Bolsonaro exibiu o conteúdo das mensagens diretamente na tela do telefone celular, no fim da tarde dessa terça-feira (05), na entrada do Palácio da Alvorada.
Começa com o presidente enviando o link de uma postagem do site “O Antagonista”, com o título “Polícia Federal na cola de 10 a 12 deputados bolsonaristas”. Ao que Moro teria respondido: “Isso é fofoca. Tem um delegado da Polícia Federal atuando por requisição no inquérito das fake news e que foi requisitado pelo Ministro Alexandre. Não tem como negar o atendimento à requisição do STF”.
O ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes é o relator de um inquérito que investiga a autoria de mentiras, as fake news, ameaças e ofensas contra ministros da Corte e familiares. Na semana retrasada, após anunciar a demissão, Sergio Moro enviou à TV Globo uma imagem da tela do celular, em uma suposta conversa com Jair Bolsonaro. Na versão de Moro, não aparece o trecho em que ele dá detalhes da investigação.
Nessa terça, alguns veículos de imprensa tiveram acesso a uma versão vazada do que seria o depoimento do ex-ministro Sergio Moro, prestado à Polícia Federal no último sábado. Bolsonaro disse que vai analisar as declarações para decidir o que fazer.

O interrogatório do ex-ministro foi na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba e durou cerca de oito horas. A íntegra do depoimento tem 10 páginas e faz parte do inquérito aberto no Supremo Tribunal Federal para investigar a veracidade das declarações de Moro na entrevista em que anunciou a saída do governo.
Sergio Moro não atribuiu nenhum crime a Jair Bolsonaro. Disse que essa conclusão caberia aos investigadores. Sobre as investigações sigilosas, Moro disse que o presidente recebia relatórios após as operações, conforme ocorria em governos anteriores. E acrescentou ter achado estranho Bolsonaro justificar que a demissão do ex-diretor-geral da Polícia Federal Maurício Valeixo ocorreu por falta de acesso a esses documentos.
Nessa terça, Bolsonaro negou ter pedido relatórios sigilosos à Polícia Federal. O ex-ministro disse, ainda, que, em 16 meses de gestão, a Polícia Federal trocou duas vezes a direção da Superintendência no Rio, a pedido do presidente. E que teria sido contra uma terceira mudança, para preservar a credibilidade da instituição. Sergio Moro disse ter recebido de Bolsonaro uma mensagem que dizia: “Moro você tem 27 superintendências, eu quero apenas uma, do Rio de Janeiro”.
A conversa teria ocorrido no mês de março, mas o ex-ministro afirmou que não tinha mais essa mensagem. De acordo com Moro, ele só entregou as mensagens trocadas com o presidente durante duas semanas, porque teria apagado o material após uma suposta invasão do celular dele por hackers.
Jair Bolsonaro afirmou que, ao divulgar para a imprensa uma conversa envolvendo o presidente da República, Moro pode ter cometido um crime.
Na noite dessa terça-feira (05), o relator do inquérito no Supremo Tribunal Federal, ministro Celso de Mello, determinou a intimação de 10 possíveis testemunhas citadas no depoimento de Sergio Moro. São os ministros da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno e da Casa Civil, Walter Braga Netto, a deputada federal Carla Zambelli, o ex-diretor-geral da Polícia Federal Maurício Valeixo, e outros cinco delegados da PF.

Concorra a prêmios surpresas ao fazer parte de nossa newsletter GRATUITA!

Quando você se inscreve na nossa newsletter participa de todos os futuros sorteios (dos mais variados parceiros comerciais) do PlanetaOsasco. Seus dados não serão vendidos para terceiros.

PlanetaOsasco.com

planeta

O PlanetaOsasco existe desde 2008 e é o primeiro portal noticioso da história da cidade. É independente e aceita contribuições dos moradores de Osasco.

Artigos relacionados

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Queremos saber sua opinião sobre a matériax