Destaques

Rio Negro não deve chegar a nível de emergência este ano, mas comunidades ainda podem ser afetadas

O Serviço Geológico Brasileiro projeta que neste ano o Rio Negro não deve sair da normalidade.  O terceiro e último Alerta de Cheias Manaus foi apresentado nesta sexta-feira. Entre os meses de junho e julho ocorre o pico das cheias na região.
A previsão é de que o rio atinja até 28,85 metros. A cota de emergência é de 29 metros, o que reduz a possibilidade de inundação na capital.
A pesquisadora responsável pelo Sistema de Alerta Hidrológico do rio Amazonas, Luna Gripp, afirma que, mesmo dentro da normalidade, comunidades ribeirinhas e alguns bairros podem ser afetados pela cheia do rio.
Após a projeção do serviço geológico, a Defesa Civil de Manaus redimensionou o planejamento da operação Cheia 2020 nas áreas passíveis de alagação na cidade de Manaus.
De acordo com o secretário-executivo da Defesa Civil, Cláudio Belém, o monitoramento será mantido, mas a ações ficaram mais focadas em questões estruturais.
A Defesa Civil de Manaus lembra que, mesmo diante do enfrentamento da pandemia do novo coronavírus, continua com os atendimentos emergenciais, monitoramentos das áreas passíveis de alagação e de risco e a Central de Emergência 199.

Concorra a prêmios surpresas ao fazer parte de nossa newsletter GRATUITA!

Quando você se inscreve na nossa newsletter participa de todos os futuros sorteios (dos mais variados parceiros comerciais) do PlanetaOsasco. Seus dados não serão vendidos para terceiros.

PlanetaOsasco.com

planeta

O PlanetaOsasco existe desde 2008 e é o primeiro portal noticioso da história da cidade. É independente e aceita contribuições dos moradores de Osasco.

Artigos relacionados

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Queremos saber sua opinião sobre a matériax