Destaques

MP media acordo entre grupos antagônicos para atos na Paulista

O Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP) anunciou hoje (10) que chegou a um acordo com representantes de movimentos com pautas antagônicas para promover um rodízio na utilização da Avenida Paulista, uma das principais vias da capital paulista, para manifestações.
“Estamos todos de parabéns”, disse o subprocurador-geral de Justiça de Relações Institucionais, Arnaldo Hossepian, em nota divulgada pelo MP-SP. “Pela linha dialógica é que nós podemos avançar”, acrescentou o subprocurador. O acordo saiu de uma reunião que durou quase três horas entre oficiais da Polícia Militar, líderes dos movimentos e os membros do Ministério Público.
No encontro, definiu-se que, no próximo domingo, a Avenida Paulista será ocupada pelos manifestantes críticos ao governo federal. O ato começará às 14h, na altura do Museu de Arte de São Paulo (Masp), e haverá uma marcha a partir das 15h, com dispersão às 16h30, por um itinerário a ser informado ainda nesta semana para que o policiamento seja planejado. O MP-SP divulgou que o Movimento dos Trabalhadores sem Teto, a Frente Povo sem Medo e o Movimento Somos Democracia são os representantes desse ato.
No mesmo dia, no Viaduto do Chá, próximo à sede da prefeitura de São Paulo, ocorrerá uma concentração dos apoiadores do governo federal, entre 12h e 18h. Segundo o MP, os movimentos Deus, Pátria e Liberdade e Patriotas estão a frente dessa manifestação.

Concorra a prêmios surpresas ao fazer parte de nossa newsletter GRATUITA!

Quando você se inscreve na nossa newsletter participa de todos os futuros sorteios (dos mais variados parceiros comerciais) do PlanetaOsasco. Seus dados não serão vendidos para terceiros.

PlanetaOsasco.com

planeta

O PlanetaOsasco existe desde 2008 e é o primeiro portal noticioso da história da cidade. É independente e aceita contribuições dos moradores de Osasco.

Artigos relacionados

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Queremos saber sua opinião sobre a matériax