Destaques

Grávidas e crianças poderão usar hidroxicloroquina e cloroquina contra Covid-19

O Ministério da Saúde atualizou nesta segunda-feira (15) as orientações para o uso de cloroquina e hidroxicloroquina no tratamento contra a Covid-19. A Pasta já tinha autorizado médicos a usar as drogas em pacientes com sintomas leves e que concordassem com o tratamento, mas deixava de fora crianças e gestantes. Agora, esses dois grupos podem receber o remédio.
A secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Mayra Pinheiro, explicou a mudança.
Também nessa segunda, a FDA, agência de vigilância sanitária dos Estados Unidos, correspondente à nossa Anvisa, suspendeu o protocolo que autorizava o uso da cloroquina. A FDA considera o medicamento ineficaz no combate à Covid-19. A decisão veio duas semanas após o governo dos Estados Unidos doar 2 milhões de doses do remédio para o Brasil.
Mayra Pinheiro comentou a decisão da autoridade sanitária norte-americana.

Sobre o atendimento aos pacientes, o ministério pretende melhorar a regulação de leitos e a distribuição de equipamentos, principalmente de UTI e respiradores, e preparou uma portaria com as regras para contratar e transferir recursos para estados e municípios. O objetivo é oferecer uma opção de tratamento intermediária, entre o leito simples e um mais complexo, chamado de leito de suporte ventilatório.
De acordo com o secretário de Atenção Especializada à Saúde, Luiz Otávio Duarte, a estimativa do governo é que o aluguel desse novo tipo de leito custe R$ 467 por dia.
No começo da noite desta segunda-feira, o Ministério da Saúde atualizou o balanço da pandemia do novo coronavírus. Em 24 horas, o país registrou 20.647 novos casos da Covid-19 e 627 mortes comprovadamente causadas pela doença. Até agora, 888.271 pessoas testaram positivo para o novo coronavírus. Delas, 43.959 morreram.

Concorra a prêmios surpresas ao fazer parte de nossa newsletter GRATUITA!

Quando você se inscreve na nossa newsletter participa de todos os futuros sorteios (dos mais variados parceiros comerciais) do PlanetaOsasco. Seus dados não serão vendidos para terceiros.

PlanetaOsasco.com

planeta

O PlanetaOsasco existe desde 2008 e é o primeiro portal noticioso da história da cidade. É independente e aceita contribuições dos moradores de Osasco.

Artigos relacionados

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Queremos saber sua opinião sobre a matériax