Destaques

Hermasa nega envolvimento de derramamento de óleo no rio Amazonas

A Hermasa Navegação da Amazônia se pronunciou sobre a decisão judicial que responsabiliza a empresa pelo derramamento de óleo diretamente no rio Amazonas e determina o pagamento de multa no valor de R$ 100 mil, por dia, se não interromper o vazamento com urgência.

Em nota, a Hermasa anunciou que vai recorrer. Afirmou que jamais autorizou descarte de óleo ou de qualquer substância que possa causar poluição no rio e que adota as melhores práticas para proteger o meio ambiente.

A empresa acrescentou que a ação civil pública movida contra ela se baseia em um relato anônimo que, segundo a Hermasa, não tem relação com suas atividades.

A Hermasa informou que jamais recebeu qualquer representante do Ministério Público Estadual (MPE) para fazer vistoria. E negou existir comprovação de qualquer dano ambiental causado pela empresa, no rio Amazonas e afluentes.

O juiz Rafael Brito, da Comarca de Itacoatiara, classificou como robustas as provas da responsabilidade da Hermasa Navegação da Amazônia. Na decisão, o magistrado argumentou que as autoridades locais ainda não conseguiram, sequer, definir a extensão dos danos ao meio ambiente, mas afirmam que as grandes manchas de óleo já chegaram até ao rio Madeira.

Ainda de acordo com o juiz, a contaminação tem efeitos nocivos em todas as cidades do Médio Amazonas e nos municípios do estado do Pará, além de contaminar os afluentes do rio.

É possível denunciar casos de poluição no rio Amazonas e nos afluentes, diretamente ao Ministério Público Estadual do Amazonas, nos dias úteis, das 8h até às 14h. O número é 0800 092 0500.

Concorra a prêmios surpresas ao fazer parte de nossa newsletter GRATUITA!

Quando você se inscreve na nossa newsletter participa de todos os futuros sorteios (dos mais variados parceiros comerciais) do PlanetaOsasco. Seus dados não serão vendidos para terceiros.

PlanetaOsasco.com

planeta

O PlanetaOsasco existe desde 2008 e é o primeiro portal noticioso da história da cidade. É independente e aceita contribuições dos moradores de Osasco.

Artigos relacionados

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Queremos saber sua opinião sobre a matériax