Destaques

Dia Mundial das Doenças Raras: 13 milhões de brasileiros têm o diagnóstico

Hoje é lembrado o Dia Mundial das Doenças Raras. A data serve para lembrar e conscientizar as pessoas sobre esse tipo de doença, e também para cobrar políticas públicas para elas.
Atualmente, 13 milhões de brasileiros têm alguma doença rara, segundo dados do Ministério da Saúde. No mundo, cerca de 8% da população tem algum dos 6 mil a 8 mil tipos de doenças consideradas raras em todo o mundo, entre enfermidades de origem genética e não genética.
Andrea Medrado Monteiro teve sua filha diagnosticada com a síndrome de Pitt Hopkins, uma doença genética que causa desordem no neurodesenvolvimento da pessoa. Ela conta que teve que entrar na justiça para que o plano cobrisse o exame que diagnosticava corretamente a doença de sua filha.
“Eu tive que entrar na Justiça com o plano de saúde, que graças a Deus nós temos, para que ele pudesse arcar com o exame e chegar ao diagnóstico. Porque o exame que ela fez não era coberto nem pelo SUS. É um exame caro e que não há acesso para todo mundo. Por isso o diagnóstico é mais difícil”.
Para alertar a sociedade e o governo sobre o problema, Andrea organizou na manhã deste sábado a primeira caminhada de conscientização sobre doenças raras e um piquenique no Distrito Federal.
Segundo o instituto Vidas Raras, é possível melhorar a condição de vida de pessoas com doenças raras com diagnóstico precoce. Por isso, a entidade alerta para a importância do exame do pezinho.
Obrigatório no SUS, o teste feito atualmente consegue detectar até seis doenças raras. O Instituto faz uma campanha para que o exame passe a ser feito em sua versão ampliada, que identifica até 53 doenças e atualmente só é feita em redes de hospitais particulares.
Por meio de nota, o Ministério da Saúde informou que a assistência em doenças raras sempre foi disponibilizada no Brasil, e que entre as doenças já contempladas pelo SUS estão a acromegalia, a artrite reativa, a doença de Crohn, a doença de Gaucher, a doença de Paget, a doença falciforme, a esclerose múltipla, a fibrose cística, entre outras.
Desde 2014, o Ministério da Saúde incorporou 15 exames de biologia molecular, citogenética e imunoensaios para diagnóstico de doenças raras e 22 medicamentos.

Concorra a prêmios surpresas ao fazer parte de nossa newsletter GRATUITA!

Quando você se inscreve na nossa newsletter participa de todos os futuros sorteios (dos mais variados parceiros comerciais) do PlanetaOsasco. Seus dados não serão vendidos para terceiros.

PlanetaOsasco.com

planeta

O PlanetaOsasco existe desde 2008 e é o primeiro portal noticioso da história da cidade. É independente e aceita contribuições dos moradores de Osasco.

Artigos relacionados

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Queremos saber sua opinião sobre a matériax