Destaques

Emergência: entidades alertam para período de seca no centro-sul

Quatro entidades que pesquisam e monitoram o clima lançaram um alerta de emergência para o centro-sul do país. O Inmet, Instituto Nacional de Meteorologia; o Inpe, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais; o Censipam, Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia, e o Cemadem, Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais assinam o comunicado.
De acordo com eles, o motivo do alerta é a previsão de pouca chuva nos meses de junho a setembro deste ano na região da bacia hidrográfica do Rio Paraná, que abrange os estados de Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Paraná.
Os pesquisadores apontam que as perspectivas climáticas para este ano e para 2022 indicam risco de crise hídrica para a maior parte da região central do país, durante a época da seca, que costuma começar em maio e ir até setembro.
A falta de chuva pode afetar o transporte hidroviário e a geração de energia. O Operador Nacional do Sistema Elétrico informa que o único reservatório na bacia do Rio Paraná, o de Ilha Solteira, por exemplo, opera com 47,43% da capacidade. Ainda segundo o ONS, os reservatórios do Subsistema Sudeste / Centro-Oeste estão com 32,3% da capacidade. O Subsistema Sul está com 55,49%. Nordeste está com 63,95% e os reservatórios do Subsistema Norte operam com 84,41% da capacidade. Os dados do ONS foram atualizados nessa quinta-feira.
O Ministério de Minas e Energia informou nessa quinta-feira que, de setembro do ano passado a maio deste ano, os rios pelo país chegaram ao volume mais baixo dos últimos 91 anos, desde que começaram a ser monitorados.

Concorra a prêmios surpresas ao fazer parte de nossa newsletter GRATUITA!

Quando você se inscreve na nossa newsletter participa de todos os futuros sorteios (dos mais variados parceiros comerciais) do PlanetaOsasco. Seus dados não serão vendidos para terceiros.

PlanetaOsasco.com

planeta

O PlanetaOsasco existe desde 2008 e é o primeiro portal noticioso da história da cidade. É independente e aceita contribuições dos moradores de Osasco.

Artigos relacionados

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Queremos saber sua opinião sobre a matériax