Destaques

ANA declara situação crítica de escassez hídrica no Rio Paraná

A escassez de chuvas na região hidrográfica do Paraná pode afetar a geração de energia elétrica de importantes usinas do Brasil. Isso porque o Sistema Nacional de Meteorologia (SNM) emitiu um alerta de Emergência Hídrica na bacia e, com isso, a ANA, Agência Nacional de Águas, declarou no início de junho Situação Crítica de Escassez Quantitativa de Recursos Hídricos na região. A meteorologista do Inmet, o Instituto Nacional de Meteorologia, Márcia Seabra, diz que essa é a primeira vez que o sistema nacional emite um alerta do tipo.
Um exemplo disso está na barragem Porto Primavera, da usina Hidrelétrica Engenheiro Sérgio Motta, entre os estados de São Paulo e Mato grosso do Sul. Por lá, a água que chega aos reservatórios, teve a menor vazão dos últimos 91 anos. Metade dos principais reservatórios de hidrelétricas da bacia do Paraná estavam com o pior nível, em maio, desde os últimos 22 anos.
A declaração da ANA vale até 30 de novembro – até onde deve durar o período seco – para garantir os diversos usos da água. Vale lembrar que não estão sendo pensadas medidas como restrição de consumo, na irrigação ou no abastecimento humano. Isso porque a Agência considera que haja água suficiente nos reservatórios para esses fins.
Mas os níveis reduzidos de armazenamento podem afetar a utilização da água para a geração de energia hidrelétrica, o turismo, lazer e a navegação, como já observado na região central da bacia.
A bacia do rio Paraná é uma das doze regiões hidrográficas do território brasileiro e a mais industrializada e urbanizada do país. A bacia do Paraná é a que tem a maior capacidade elétrica do Brasil com usinas como de Itaipu, Furnas e Porto Primavera. A região engloba os estados de Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e o Distrito Federal.

Concorra a prêmios surpresas ao fazer parte de nossa newsletter GRATUITA!

Quando você se inscreve na nossa newsletter participa de todos os futuros sorteios (dos mais variados parceiros comerciais) do PlanetaOsasco. Seus dados não serão vendidos para terceiros.

PlanetaOsasco.com

planeta

O PlanetaOsasco existe desde 2008 e é o primeiro portal noticioso da história da cidade. É independente e aceita contribuições dos moradores de Osasco.

Artigos relacionados

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Queremos saber sua opinião sobre a matériax