Destaques

Método Wolbachia é usado em ação de combate ao Aedes aegypti no Rio de Janeiro

Apresentação de América Melo

Será realizada nesta segunda-feira (2), no Rio de Janeiro, a ação de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor de dengue, zika e chikungunya, com o método Wolbachia.
Os mosquitos infectados com a bactéria Wolbachia serão soltos na Clínica Comunitária da Família, em Niterói.
O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta estará presente. 
Ele também vai visitar o laboratório World Mosquito Program, da Fiocruz, onde são realizadas todas as etapas de criação dos insetos infectados pela bactéria – desde a produção de ovos até a preparação para liberação nos locais em que o projeto acontece.
A Wolbachia é um microrganismo presente em cerca de 60% dos insetos na natureza, mas ausente no Aedes aegypti.
Uma vez inserida artificialmente em ovos de Aedes aegypti, a capacidade do mosquito de transmitir o vírus da zika, chikungunya e febre amarela fica reduzida.

Concorra a prêmios surpresas ao fazer parte de nossa newsletter GRATUITA!

Quando você se inscreve na nossa newsletter participa de todos os futuros sorteios (dos mais variados parceiros comerciais) do PlanetaOsasco. Seus dados não serão vendidos para terceiros.

PlanetaOsasco.com

planeta

O PlanetaOsasco existe desde 2008 e é o primeiro portal noticioso da história da cidade. É independente e aceita contribuições dos moradores de Osasco.

Artigos relacionados

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Queremos saber sua opinião sobre a matériax