Destaques

Rio Acre segue acima da cota de transbordamento no trecho que corta a capital

Em Rio Branco, cinco famílias tiveram que sair de casa por causa da enchente. Na capital, o rio Acre segue acima da cota de transbordamento.

Mas já é possível identificar vazante em outros pontos. Em Brasiléia, o nível do rio retrocedeu mais de um metro e saiu da cota de alerta.

Desde sábado (04), uma forte chuva elevou o nível dos rios no Acre. Artur Matos, pesquisador do Serviço Geológico do Brasil, explica o que ocorreu.

O Cigma – Centro Integrado de Geoprocessamento e Monitoramento Ambiental do Acre -, destaca que as chuvas intensas ainda prosseguem durante os meses de fevereiro e março. A boa notícia é que elas não serão significativas o suficiente para provocar uma cheia, como a ocorrida em 2015, que inundou estradas e deixou o Acre isolado do restante do país.

A previsão é de que os rios fiquem acima da média, entre 15 e 16 metros, o que é considerado uma cheia comum para os acreanos. Na pior das hipóteses, pode chegar aos 17 metros. Além do rio Acre, os demais rios também podem apresentar cheia.

Segundo o coordenador da Defesa Civil do Estado, Carlos Batista, como alguns rios já alcançaram a cota de transbordamento, as autoridades estão atentas para prestar assistência às famílias. A Defesa Civil também retirou alguns ribeirinhos que estavam em áreas de risco.

Concorra a prêmios surpresas ao fazer parte de nossa newsletter GRATUITA!

Quando você se inscreve na nossa newsletter participa de todos os futuros sorteios (dos mais variados parceiros comerciais) do PlanetaOsasco. Seus dados não serão vendidos para terceiros.

PlanetaOsasco.com

planeta

O PlanetaOsasco existe desde 2008 e é o primeiro portal noticioso da história da cidade. É independente e aceita contribuições dos moradores de Osasco.

Artigos relacionados

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Queremos saber sua opinião sobre a matériax