Destaques

AGU decide recorrer ao STJ contra decisão que suspendeu divulgação de resultado do Sisu

Na véspera da data prevista para a divulgação do resultado do Sisu, Sistema de Seleção Unificada, a AGU, Advocacia-Geral da União, anunciou que vai recorrer da decisão judicial que mandou suspender a divulgação. O recurso vai ser enviado ao Superior Tribunal de Justiça para que a data continue sendo esta terça.
A AGU informou que se reuniu nesta segunda-feira com membros do Ministério da Educação e do Inep, responsável pelas provas do Enem, Exame Nacional do Ensino Médio. Ao informar sobre o envio do recurso, a AGU destacou que o Enem ocorreu com “lisura” e sem prejuízo aos inscritos no exame. Além disso, mencionou que as medidas necessárias para a solução dos erros encontrados em notas dos candidatos já foram tomadas.
Segundo Advocacia-Geral, o adiamento ou suspensão dos prazos pode causar “prejuízos incalculáveis às instituições de ensino e aos candidatos interessados em acessar a educação superior por meio dos processos seletivos realizados pelo governo federal”.
As inscrições para o SISU terminaram nesse domingo, e os resultados ficaram previstos para esta terça-feira, 28 de janeiro. A justiça federal de São Paulo mandou suspender o calendário, temporariamente, até que todos os problemas relacionados ao cálculo de pontos dos candidatos sejam esclarecidos. A AGU já havia entrado com recurso contra essa decisão, mas a Justiça não acatou.
De acordo com decisão da desembargadora Therezinha Cazerta, o Ministério da Educação precisa dar um posicionamento “seguro e transparente” sobre a correção do Enem, Exame Nacional do Ensino Médio, realizado em novembro de 2019.
Ela acatou um pedido da DPU, Defensoria Pública da União, que pede explicações ao MEC a respeito da revisão das provas que tiveram erros nos resultados do Enem.

Concorra a prêmios surpresas ao fazer parte de nossa newsletter GRATUITA!

Quando você se inscreve na nossa newsletter participa de todos os futuros sorteios (dos mais variados parceiros comerciais) do PlanetaOsasco. Seus dados não serão vendidos para terceiros.

PlanetaOsasco.com

planeta

O PlanetaOsasco existe desde 2008 e é o primeiro portal noticioso da história da cidade. É independente e aceita contribuições dos moradores de Osasco.

Artigos relacionados

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Queremos saber sua opinião sobre a matériax