Destaques

Situação de atingidos pelas chuvas no Rio ainda é precária

Moradores de municípios do Rio de Janeiro atingidos por temporais, nos últimos dias, continuam em situação precária apesar da diminuição do volume de chuva acumulado.

As prefeituras de Campos, Cardoso Moreira e Itaperuna, norte e noroeste fluminense, estão recebendo o apoio de militares da Marinha e do Exército em ações para conter os danos provocados pelas enchentes e no atendimento à população.

De acordo com a Prefeitura de Campos, até a noite de quarta-feira (22) , pelo menos 38 famílias de Três Vendas, comunidade que tem cerca de 4 mil habitantes e corria o risco de alagamento depois do rompimento de um dique, foram levadas para alojamentos municipais e casas de parentes.

O município organizou, ainda, a transferência de outras 19 famílias.

A prefeitura informou que 220 famílias não quiseram sair de suas casas e outras 10 estão ilhadas nas localidades de Pontal e Brejo Grande. Os moradores, no entanto, já estão sendo atendidos com água potável e receberão cestas básicas.

Em Itaperuna, o secretário de Governo, Franciney França, informou que há 35 desabrigados no município e 200 pessoas estão desalojadas. O número já foi maior, mas diminuiu na medida em que a água começou a baixar.

A cidade está em estado de alerta e deve continuar assim ao longo de fevereiro. O trabalho, agora, é de recuperação explicou o secretário.

Em Cardoso Moreira, o secretário de Governo de Assistência social, Fausto da Rocha, afirmou que há cerca de 4 mil desabrigados e 1.700 desalojados. Com a redução do nível das águas e o retorno do acesso às localidades, o trabalho agora é atender aos que voltaram as suas residências.

A cidade também permanece alerta e em consequência dos efeitos da chuva a Prefeitura decidiu cancelar o carnaval.

Os quartéis dos Batalhões do Corpo de Bombeiros continuam arrecadando e distribuindo donativos.

Itens como água mineral, alimentos não perecíveis, material de higiene e material de limpeza podem ser doados. De acordo com a Defesa Civil Estadual, o acompanhamento das condições meteorológicas e dos índices pluviométricos da região continua sendo feito por meio do Centro Estadual de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais.

Concorra a prêmios surpresas ao fazer parte de nossa newsletter GRATUITA!

Quando você se inscreve na nossa newsletter participa de todos os futuros sorteios (dos mais variados parceiros comerciais) do PlanetaOsasco. Seus dados não serão vendidos para terceiros.

PlanetaOsasco.com

planeta

O PlanetaOsasco existe desde 2008 e é o primeiro portal noticioso da história da cidade. É independente e aceita contribuições dos moradores de Osasco.

Artigos relacionados

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Queremos saber sua opinião sobre a matériax