Destaques

Auxílio de R$600: Maia diz que topa corte no salário de parlamentares se redução for nos 3 poderes

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, falou nesta terça-feira sobre a possibilidade de corte de salário dos parlamentares em troca da prorrogação do auxilio emergencial no valor de R$ 600.
A proposta de Maia é que a redução de salários seja nos três poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário.
A fala ocorreu depois que o presidente Jair Bolsonaro cobrou a redução dos salários no Congresso Nacional para possibilitar a prorrogação do auxílio. Bolsonaro confirmou que o governo deve dar continuidade ao benefício.
De acordo com a área econômica do governo, os repasses do auxílio emergencial de R$ 600 custam, em média, R$ 51 bilhões por mês. Segundo Rodrigo Maia, o salário dos parlamentares, que chega a cerca de R$ 220 milhões por ano, seria insuficiente para cobrir os gastos com o auxílio por dois meses.
Ele acrescentou que o pagamento de todo o funcionalismo público federal tem impacto de R$ 200 bilhões no Orçamento da União. Desse total, R$ 170 bilhões são destinados ao Poder Executivo, R$ 25 bilhões ao Poder Judiciário e ao Ministério Público e R$ 5 bilhões aos servidores do Congresso Nacional, incluindo os parlamentares da Câmara e do Senado.

Concorra a prêmios surpresas ao fazer parte de nossa newsletter GRATUITA!

Quando você se inscreve na nossa newsletter participa de todos os futuros sorteios (dos mais variados parceiros comerciais) do PlanetaOsasco. Seus dados não serão vendidos para terceiros.

PlanetaOsasco.com

planeta

O PlanetaOsasco existe desde 2008 e é o primeiro portal noticioso da história da cidade. É independente e aceita contribuições dos moradores de Osasco.

Artigos relacionados

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Queremos saber sua opinião sobre a matériax