Destaques

Morre líder indígena Paulinho Paiakan, vítima da Covid-19

O líder indígena Paulinho Paiakan morreu nesta quarta-feira (17), vítima da Covid-19.

A Secretaria de Saúde do Pará informou que o indígena, de 67 anos, estava internado no Hospital Regional do Araguaia, em Redenção, desde 9 de junho, onde recebeu os cuidados necessários para o tratamento contra o coronavírus, mas Paiakan não resistiu e morreu às 6h50 desta quarta-feira.

Liderança do povo Kayapó, Paulinho, juntamente com outros caciques como Raoni, ganhou destaque durante a atuação para garantir direitos dos povos indígenas na Constituição de 1988.  Defensor da floresta, Paulinho teve papel importante em movimentos contra o desmatamento e garimpos em áreas indígenas.

Fez parte dos protestos contra a construção da usina hidrelétrica de Belo Monte, em Altamira, no Pará.

Paiakan chegou a fazer viagens internacionais para denunciar ameaças aos povos indígenas.

Em 1992 foi condenado a seis anos de reclusão pelo estupro de uma estudante de 18 anos. Cumpriu dois anos e quatro meses em regime domiciliar.

Em janeiro desde ano,  era uma das 600 lideranças que participaram, em Mato Grosso, do Encontro dos Povos Mebengokrê – nome no qual os kayapó se autodenominam. A reunião resultou em um manifesto em defesa dos territórios indígenas, além da reivindicação por medidas de proteção à vida, à terra e à saúde.

Paulinho Paiakan morava na aldeia Aukre, na região do Xingu, a cerca de 300 quilômetros do município de Redenção, no sul do Pará. É lá onde seu corpo será sepultado.

A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) afirmou que Paiakan era uma fonte de inspiração na luta indígena, e que seu legado deixa na história e na vida dos povos uma construção de muita força.

A Apib lembrou que Paiakan se foi como as centenas de vidas indígenas perdidas para pandemia da Covid-19.

Em nota de pesar, a Funai lamentou a perda e ressaltou que Paulinho Paiakan deixa um legado de intensa dedicação à defesa dos direitos indígenas.

De acordo com o Ministério da Saúde, 103 indígenas morreram e mais 3 mil foram confirmados com o novo coronavírus.

Concorra a prêmios surpresas ao fazer parte de nossa newsletter GRATUITA!

Quando você se inscreve na nossa newsletter participa de todos os futuros sorteios (dos mais variados parceiros comerciais) do PlanetaOsasco. Seus dados não serão vendidos para terceiros.

PlanetaOsasco.com

planeta

O PlanetaOsasco existe desde 2008 e é o primeiro portal noticioso da história da cidade. É independente e aceita contribuições dos moradores de Osasco.

Artigos relacionados

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Queremos saber sua opinião sobre a matériax