Manchetes

Governo não teme investigação na Petrobras

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta quarta-feira, durante entrevista ao programa Bom Dia Ministro, da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), que o governo não teme qualquer investigação nas operações da Petrobras. A estatal, diz o ministro, já é fiscalizada o tempo todo, seja pelo Tribunal de Contas da União (TCU) seja por auditoria interna. "A Petrobras é uma empresa que todo tempo tem suas atividades analisadas, não só pelo seu conselho de administração, do qual faço parte".
 
Mantega disse ainda que não está sendo convidado pelo Congresso Nacional para depor sobre o caso, mas, sim, a presidenta da empresa, Graça Foster. Segundo ele, Graça tem mais condições de esclarecer o assunto, assim como também o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão. Mantega fez questão de destacar ainda que a empresa sempre foi fiscalizada, independentemente da existência ou não de investigação no Congresso Nacional. 
 
"Então pode investigar, deve investigar. Nós somos favoráveis a isso e vamos ver que a empresa trabalha na mais alta regularidade", afirmou. Mantega disse que a estatal é uma das empresas mais importantes do mundo e a maior empresa brasileira. Também destacou que ela é uma grande produtora de petróleo e a que mais faz investimento no mundo, tirando as empresas chinesas.
 
Mantega, que atualmente é presidente do Conselho de Administração da Petrobras, disse também que a empresa é uma das mais importantes do mundo e a que mais faz investimentos no setor, com exceção das companhias chinesas. Segundo ele, só no ano passado foram investidos US$ 48 bilhões na Petrobras.
 
O ministro também defendeu a atuação do Conselho de Administração na análise da compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos. "Eu não estava no conselho de administração quando ela foi adquirida, mas tenho certeza de que o conselho de administração agiu corretamente nessa ocasião. O conselho é formado por pessoas da mais alta competência do setor público e privado. E, portanto, analisou a questão na época em que ela foi analisada com toda profundidade".
 
Mantega disse que não foi chamado pelo Congresso para prestar esclarecimentos sobre a operação. Segundo ele, a presidente da Petrobras, Graça Foster, foi chamada e, segundo o ministro, tem mais condições de esclarecer esse assunto. O ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, também deve ir ao Congresso falar sobre o assunto.

 

Com conteúdo da EBC, A Tarde e P.O.

Concorra a prêmios surpresas ao fazer parte de nossa newsletter GRATUITA!

Quando você se inscreve na nossa newsletter participa de todos os futuros sorteios (dos mais variados parceiros comerciais) do PlanetaOsasco. Seus dados não serão vendidos para terceiros.

PlanetaOsasco.com

planeta

O PlanetaOsasco existe desde 2008 e é o primeiro portal noticioso da história da cidade. É independente e aceita contribuições dos moradores de Osasco.

Artigos relacionados

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Queremos saber sua opinião sobre a matériax