Brasil

Na cidade do Rio, 38% dos internados por covid-19 não tomaram vacina

Entre os pacientes atualmente internados por covid-19 na rede do Sistema Único de Saúde (SUS) na capital fluminense, cerca de 90% não têm o esquema vacinal completo (incluindo a dose de reforço), e aproximadamente 38% não tomaram nenhuma dose da vacina, segundo a Secretaria Municipal de Saúde.

Em cinco dias, aumentou em cerca de quatro vezes o número de internações na rede pública municipal pela covid-19 devido à variante Ômicron. Ontem (11), havia 180 internados pela doença, sendo 110 em leitos de enfermaria e 70, em unidades de terapia intensiva (UTI). No dia 7, eram 47 internados, dos quais 23 em enfermaria e 24 em UTI, de acordo com o Painel Covid-19 da prefeitura carioca.

Foi registrado um salto nas internações esta semana. No domingo (9), havia um total de 61 internados por covid-19 na rede municipal de saúde, sendo 31 em enfermaria e 30 em UTI. Na segunda-feira (10), o número de internações mais que dobrou, subindo para 134, dos quais 84 em enfermaria e 50 na UTI.

Reabertura de leitos

A secretaria municipal informou que, em razão do aumento do número de casos e internações na cidade, deverá abrir, diariamente, cerca de 30 leitos para tratamento de pacientes com covid-19 no Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, em Acari, na zona norte, unidade de referência para a doença.

“A abertura será gradual e conforme necessidade. Ontem [11], foram abertos 50 leitos no hospital. Além disso, a SMS solicitou que o estado e o governo federal também abram leitos para covid-19 na capital”, disse a pasta, em nota.

No dia 15 de novembro do ano passado, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, e o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, acompanharam a alta do último paciente internado por covid-19 no Hospital Ronaldo Gazolla. O aposentado Adelino Gomes da Silva Filho, de 70 anos, estava internado na unidade desde 20 de agosto.

Na ocasião, o secretário de Saúde disse que a prefeitura estava encerrando o setor de covid-19 do Ronaldo Gazoll devido à redução sustentada dos casos de internação e óbitos pela doença.


Via Agência Brasil – IMG Autor

Concorra a prêmios surpresas ao fazer parte de nossa newsletter GRATUITA!

Quando você se inscreve na nossa newsletter participa de todos os futuros sorteios (dos mais variados parceiros comerciais) do PlanetaOsasco. Seus dados não serão vendidos para terceiros.

PlanetaOsasco.com

planeta

O PlanetaOsasco existe desde 2008 e é o primeiro portal noticioso da história da cidade. É independente e aceita contribuições dos moradores de Osasco.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo