Barueri

Câmara Municipal de Barueri Aprova Auxílio às Vítimas das Chuvas no Jardim Maria Helena

Famílias que moram em casas no Jardim Maria Helena atingidas pela chuva terão acesso a auxílio financeiro para ajudar a lidar com os problemas trazidos pelo transbordamento do Rio Cotia no dia 14 de março, quando um volume de água muito acima do normal trouxe transtorno e prejuízos aos moradores do bairro.

O benefício previsto no projeto será de R$ 5 mil a R$ 10 mil por residência atingida. A Prefeitura vai editar um decreto com as regras de concessão. O prazo é de 15 dias após a publicação da nova lei no Jornal Oficial de Barueri.

De acordo com o Projeto de Lei 009/2023, aprovado pela Câmara Municipal de Barueri na sessão de terça-feira, 21, a Defesa Civil vai emitir relatórios técnicos apontando as áreas atingidas pela água em volume que justifique a concessão do auxílio humanitário.

“Cabe à Administração Municipal reconhecer a necessidade de ajudar os desabrigados e afetados que sofreram e ainda sofrem com as consequências danosas dessas fortes chuvas torrenciais, pois é dever do Estado garantir o mínimo necessário à existência digna da pessoa humana”, justificou o prefeito Rubens Furlan em mensagem enviada aos vereadores.

Ao defender a aprovação do projeto, os vereadores ressaltaram a urgência da medida, a solidariedade da população e a agilidade do poder público ao lidar com a tragédia.

“Nós vereadores fomos ao local, junto com o prefeito e o vice-prefeito e vimos a situação daquelas pessoas. É um projeto que mostra sensibilidade com as mais de 250 famílias que foram atingidas pela enchente”, comentou Thiago Rodrigues (PDT).

“Vimos em todo o Estado o que as chuvas deste ano provocaram. É aí que a gente vê a importância do poder publico agir o mais rápido possível para minimizar o sofrimento dessas pessoas que estão passando por um momento tão difícil”, destacou Rafa Carvalho (União).

Keu Oliveira (PTB) afirmou que vive em Barueri há décadas e nunca viu um volume de água tão grande. “Visitei algumas casas com 1,40 metro de água dentro, foi um momento muito trágico. Parabéns ao prefeito pela iniciativa de oferecer ajuda a essas famílias”, disse, lembrando também da questão ambiental que envolve o problema. “Infelizmente uma parte da população ainda joga lixo, entulho e móveis velhos nos rios. Isso só agrava a situação”, ponderou o vereador.

Cris da Maternal (PSDB) ressaltou o aspecto solidário dos moradores de Barueri com as famílias atingidas pela tragédia. “Foi uma corrente do bem. A população e o poder público se uniram para ajudar aquelas pessoas preparando refeições, arrecadando alimentos, roupas e o que mais fosse necessário”, relatou. “Ninguém ali estava pensando em política, só no acolhimento para aquelas famílias”, completou a vereadora.

Reinaldo Campos (PTB) também relatou a solidariedade que presenciou entre os baruerienses. “Sabemos que o prejuízo foi muito grande, tanto financeiro quanto emocional. Felizmente não faltou atenção da administração pública ao oferecer apoio àqueles moradores. Esse auxílio financeiro humanitário é primordial”, analisou.



Conteúdo oficial

Concorra a prêmios surpresas ao fazer parte de nossa newsletter GRATUITA!

Quando você se inscreve na nossa newsletter participa de todos os futuros sorteios (dos mais variados parceiros comerciais) do PlanetaOsasco. Seus dados não serão vendidos para terceiros.

PlanetaOsasco.com

Matheus V.

Verifico e produzo notícias de Osasco, Barueri e região, monitoro o portal da transparência da cidade e faço checagem de licitações e compras públicas.

Artigos relacionados

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Queremos saber sua opinião sobre a matériax