Barueri

Câmara Municipal de Barueri lança campanha para promover o capacitismo na rede de ensino

A primeira semana de dezembro será marcada nas escolas de Barueri pela conscientização e combate ao preconceito contra pessoas com deficiência. É o que defende o texto aprovado pelos vereadores na sessão de terça-feira, 1, que cria a Semana de Ações e Campanhas de Conscientização e Combate ao Capacitismo nas escolas do Município de Barueri. Com isso, a data passa a fazer parte do Calendário Oficial de Datas e Eventos da cidade.

O Projeto de Lei 103/2022 define o capacitismo como um tipo de preconceito baseado na ideia de que pessoas com deficiência são inferiores ou incapazes, em comparação com o que se considera perfeito. A discriminação pode ocorrer por ações ou falas explícitas, sutis ou culturalmente construídas – ainda que revestidas de boas intensões – ou ainda quando subestimam suas capacidades, aptidões e potencialidades.

O objetivo, segundo o texto, é combater essa prática levando conhecimento e conscientização aos estudantes e profissionais de educação, bem como a sociedade em geral.

A Política Municipal de Combate ao Capacitismo prevê a realização de palestras e cursos sobre o tema e uma campanha permanente de formação dos servidores públicos e prestadores de serviço. Haverá também a criação de material gráfico (cartazes, cartilhas etc) para facilitar a comunicação sobre os direitos da pessoa com deficiência. Todas as campanhas serão feitas usando linguagem acessível e adequada de acordo com o público-alvo.

Conforme descrito no projeto de lei, a Prefeitura poderá assinar convênio com entidades públicas ou privadas para colocar em prática a política contra o capacitismo.

“Esse projeto é um importante marco social para as pessoas com deficiência da nossa cidade”, defendeu a vereadora Tânia Gianelli (União Brasil), autora da matéria. “Ele traz para centro do debate parlamentar essa causa, muitas vezes esquecida”.

Para a vereadora, a busca pela igualdade deve ser constante, e valorizar o ser humano e a vida por meio de ações de conscientização é fundamental. “A luta pela dignidade das pessoas com deficiência é uma forma de garantir integração dessas pessoas na sociedade de maneira igualitária sem preconceitos”, justificou Tânia.



Conteúdo oficial

Concorra a prêmios surpresas ao fazer parte de nossa newsletter GRATUITA!

Quando você se inscreve na nossa newsletter participa de todos os futuros sorteios (dos mais variados parceiros comerciais) do PlanetaOsasco. Seus dados não serão vendidos para terceiros.

PlanetaOsasco.com

Matheus V.

Verifico e produzo notícias de Osasco, Barueri e região, monitoro o portal da transparência da cidade e faço checagem de licitações e compras públicas.

Artigos relacionados

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Queremos saber sua opinião sobre a matériax